16 jul 2003 - 20h02

Kleberson é do Manchester United

Depois de um ano de muitas especulações, finalmente o Atlético acertou a transferência do meia Kleberson, de 24 anos. Seu destino será uma das maiores potências do futebol mundial: o Manchester United, da Inglaterra. Depois de ser especulado por Leeds United, Newcastle, Celtic, Roma e Barcelona, Kleberson acabou sendo negociado mesmo com os Red Devils, que precisavam de um substituto para David Beckham.

A transferência foi confirmada no final da tarde de hoje. Na edição do Jornal Nacional, o apresentador William Bonner informou que Kleberson embarcará para a Inglaterra nesta quinta-feira, partindo de São Paulo. O jogador já está na capital paulista, juntamente com o restante da delegação atleticana.

A trajetória de Kleberson foi fulminante. Certamente, ele é o jogador criado nas categorias de base do Atlético que fez mais sucesso internacional vestindo a camisa do rubro-negro. É responsável por diversas marcas inéditas: o primeiro jogador de um time paranaense convocado para uma Copa do Mundo, o primeiro a ser campeão, o primeiro a ser titular em uma final.

Além disso, o desempenho do meio-campista não foi fantástico apenas para os níveis do Atlético. Foi excelente também em nível mundial. Ele acertou uma bola na trave da Alemanha e foi eleito um dos melhores da final da Copa do Mundo, ao lado de Ronaldo.

Logo depois da conquista do título mundial, na reapresentação de Klebeson ao Atlético, o presidente Mário Celso Petraglia começou a preparar a torcida. Afirmou que o jogador havia “bebido da mesma água de craques como Ronaldo, Rivaldo e Roberto Carlos” e que a saída dele do Furacão era questão de tempo.

Durante um ano, o rubro-negro recusou convites e ofertas de clubes estrangeiros. O acerto chegou a estar próximo algumas vezes, mas o Atlético jamais abriu mão de receber os valores que reputou justos pela qualidade do atleta. Porém, o dia inevitável chegou.

Kleberson foi negociado com o Manchester United, uma das maiores potências do mundo ao lado do Real Madrid. Curiosamente, justamente o clube no qual Petraglia sempre declarou que se inspirou para projetar o futuro atleticano. Segundo ele, o modelo de administração da equipe inglesa é o ideal.

O Atlético receberá 50% de um valor total estimado em R$ 23 mi (o restante irá para o PSTC, de Londrina, parceiro do Furacão). Os detalhes da negociação ainda não foram divulgados por nenhum dos dois clubes.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…