20 jul 2003 - 14h08

Site do Bahia destaca a Arena da Baixada

Salvador – Pra quem acha o Barradão somente uma falta de respeito e considera a Fonte Nova um estádio digno e aconchegante, chegou a hora de saber um pouco sobre a Arena da Baixada, o estádio mais moderno da América Latina.

Inaugurado em junho de 1999, o novo Joaquim Américo, com capacidade para 32.864 pessoas, ficou pronto em apenas 18 meses. O torcedor pode assitir aos jogos das arquibancadas, cadeiras, cadeiras executivas, camarotes e até mesmo no restaurante VIP (isso mesmo!).

Há um estacionamento coberto para 300 vagas. Se o problema for locomoção dentro do estádio, basta apelar para um dos 6 elevadores – 4 convencionais e 2 panorâmicos. Existem vestiários especiais com hidromassagem para jogadores, árbitros, chearleaders e até gandulas.

Com o objetivo de custear o projeto, a diretoria atleticana chegou a vender pedaços do antigo estádio, o primeiro do Paraná, que foi demolido para a construção da Arena. Hoje arrecada-se com o aluguel das 68 lojas, que mantém o local ativo mesmo quando a equipe de futebol está de férias. O Furacão disponibiliza ainda 10 suítes (todas reservadas para os patrocinadores do clube).

E, apesar de tamanha envergadura, a competência dos paranaenses não permitiu que os torcedores pagassem a conta. Para o jogo de logo mais contra o Bahia, a arquibancada é vendida por R$ 15, sendo que menores, mulheres e estudantes pagam R$ 10 – preços equivalentes aos praticados nos campos baianos mas com uma “pequena” diferença: lá vale a pena.

Vale ressaltar que tudo isso vem de um clube com quase 80 anos e que até 1994 disputava a Segunda Divisão do Nacional. Atualmente, porém, possui uma das maiores estruturas do país, a soberania do Estado (que outrora era do Coxa) e uma estrela dourada em cima do escudo: Campeão Brasileiro em 2001. Vontade política que resultou numa revolução em tempo recorde.

Fonte: ecbahia.com.br>



Últimas Notícias

Opinião

Se fosse simples….

…qualquer um faria! Hoje, com o advento maciço da internet, todo mundo é chef, todo mundo é coaching, todo mundo é tudo! Basta ver uma…