26 jul 2003 - 18h47

Confira as declarações de Vadão

Confira as principais declarações do técnico Oswaldo Alvarez na entrevista coletiva realizada após o final da partida contra o Paysandu, neste sábado na Arena da Baixada:

ANÁLISE
“No segundo tempo nós voltamos muito bem, mas tomamos um gol num vacilo. Tivemos a chance de fazer 2 a 1, mas não fizemos e aí sim, no final do jogo, o time ficou muito ansioso. Tentamos mudar o time com as substituições, mas não funcionou”

EXPULSÕES
“As duas expulsões em Campinas não são justificadas. O Rodriguinho fez a falta para evitar o gol do adversário. É um lance que se ele não faz a falta, nós sofreríamos um contra-ataque”

SUBSTITUIÇÕES
“A equipe vinha vindo bem e tomou um gol. Não é porque tomou um gol que você tem de mexer. Até o gol, que perigo nós sofremos? O Diego não fez nenhuma defesa. A defesa estava muito bem postada. A gente acredita que a equipe se reorganiza. Foi passando o tempo e sentimos que precisávamos mudar alguma coisa, mas sabíamos que o Nélio não joga há muito tempo, o Lobatón também. São jogadores que não têm ainda o entrosamento. Não teve nenhum problema na demora das substituições. Não tínhamos nenhum jogador que estivesse ambientado para entrar”

REFORÇOS
“Nossa situação não é boa, não é confortável, mas não é desesperadora. Teremos a volta do Adriano, do Fernandinho, o Alex estará à disposição em breve”

GANDAIA
“Não chegou para mim a notícia de que algum jogador está tendo uma vida desregrada. Até porque o Atlético está treinando dois dias antes do jogo. Acho que é um dos únicos clubes do Brasil que está concentrando tão cedo. Ver hoje um jogador na noite é perfeitamente natural. Eles são pessoas, são seres humanos, eles podem se divertir”


“Aonde eu trabalho eu jamais vou deixar um jogador como o Lê ser queimado. O Lê passou por um problema no joelho, passou por um problema de furúnculo e foi para o sacrifício. Em nenhum momento podemos cobrar que o Lê não deu o melhor de si. Ele ficou muito tempo parado e entrou num jogo em que a responsabilidade era dele”

LUTA
“A equipe toda lutou, brigou, não temos o que reclamar”

FANÁTICOS
“Vamos ressaltar que a Torcida Os Fanáticos em nenhum momento nos vaiou. Essa pressão a gente não sentiu”



Últimas Notícias

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…