3 ago 2003 - 20h55

Vadão diz que ainda não foi comunicado

O técnico Oswaldo Alvarez declarou aos repórteres das rádios curitibanas que ainda não foi avisado da demissão pelo presidente Mário Celso Petraglia. Segundo ele, seu encontro com o presidente depois do jogo foi muito rápido e não houve tempo para eles falarem sobre isso.

“Até agora não me foi comunicado nada. Se caso isso ocorrer, é uma coisa absolutamente normal”, conformou-se ele. Vadão disse que viu o jogo de um local diferente do presidente.

Apesar de encarar como normal a demissão, Vadão não assumiu sozinho a responsabilidade pela má campanha do Furacão. “Todos nós temos a nossa parcela de responsabilidade. A campanha dentro de casa foi boa, poucas equipes conseguiram esse aproveitamento. Fora nós realmente destoamos. O peso que os treinadores carregam é maior e faz parte da cultura do futebol brasileiro”, afirmou ele.

Oswaldo Alvarez apostou na recuperação desse grupo. “É notório que a equipe do Atlético vai subir. Nessas últimas rodadas nós tivemos uma troca constante de jogadores e tivemos de usar os jovens valores, que deveriam ser usados nos momentos bons”, declarou.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…