O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
1 set 2003 - 11h53

Tênis x Futebol

Eu adoro esporte, principalmente futebol. Mas vamos usar os outros esportes, por exemplo o tênis, para tentar analisar o que ocorre com os times de futebol, notadamente o nosso amado Furacão…

Agosto significa tênis pis é mês do Aberto dos Estados Unidos, que é um dos quatro maiores torneios de tênis do mundo (os outros três são Austrália, França e Inglaterra). Para quem curte, é certeza de grandes jogos. Já tivemos, recentemente, um grande jogador nesses torneios, o Gustavo Kuerten, ou Guga. O mundo o conhece…Hoje ele tem problemas, não tem o mesmo desempenho de outros tempos…porém temos o Flávio Saretta. Joga muito bem, tem presença, personalidade, pode ir longe… Exatamentre como nosso Furacão.

Domingo, 31 de Agosto: dois jogos irão separar os meninos dos homens, a saber: tênis no Aberto dos Estados Unidos, Saretta e o jogo contra Andy Roddick, número 4 do mundo (o saque potente mais potente do mundo, quebrou o recorde de velocidade nesse ano) e o Atlético x Criciúma no campeonato brasileiro (por favor, não minimize a paixão envolvida: Roddick x Saretta significa o mesmo, a renovação);

Fiquei mudando de canal, Saretta e Atlético, pensando que ambos poderiam trazer-me uma felicidade inimaginável: aquela que vem do milagre, do vencer acima de qualquer capacidade ou provação! Novamente, triste ilusão. Saretta logo mostrou que foi à terceira rodada do toneio para tornar o jogo um pouco mais fantasioso para nós, brasileiros, e o meu Atlético, nem isso! Uma confusão em campo, onde tivemos a aplicação equivocada do velho carrossel holandês: uma bagunça tática e técnica (que me perdoe o excelente seleção holandeza de 74). o Ilan deveria tentar os campeonatos de vale-tudo, já que mostrou que tem potencial ao aplicar duas tesouras-voadoras. Para resumir: 2×0 para o Criciúma. O triste é que novamente o adversário tinha um jogador a menos e mesmo assim não foi possível a vitória, exatamente como o Figuerense. Qual é o problema? Não sei o que dizer nem o que pensar…Mário Sérgio, o que é isso??

No final do jogo do Saretta, o comentarista da TV falou “ele não parece perceber o potencial que tem, a capacidade que tem de encarar seja quem for de igual para igual, afinal ele é um dos 50 melhores do mundo…acabou entregando o jogo…” O mesmo aplico ao Atlético. Criciúma? Figuerense? Cruzeiro no primeiro turno? Por que não conseguimos jogar todo nosso potencial?

Nosso time já foi o melhor do País, sendo que os adversários tremiam só de pensar que iriam jogar contra o velho Furacão, seja na Baixada, seja onde for… Aonde está esse espírito? Pois é ele que nos fez e fará vencer qualquer jogo, seja contra quem for… É ele que nos motiva a transpor qualquer barreira e é ele que mostra que somos um Saretta com condições de nos transformarmos em um Gustavo Kuerten. Por favor, esclareçam isso aos nossos jogadores!



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…