O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
16 set 2003 - 9h21

O Show do Atlético

Assim como Hollywood, o Atlético nos traz muitas emoções e sensações. Como no título de 2001, nos leva ao êxtase como se fosse a conquista do tão badalado Oscar, mas nos anos seguintes também tem nos trazido algumas desilusões e sofrimentos por demais dolorosos.

Recordo o filme o Show de Truman, onde Truman Burbank (Jim Carrey) é uma pessoal especial, nasceu e cresceu 24 horas do seu dia com uma câmera relatando 24 horas do que acontecia ao seu redor. Porém ele não sabia que a própria cidade em que vivia e as pessoas com quem convivia eram falsas

Este é o medo e a angústia que sinto da atual situação do Atlético. Um título brasileiro veio, três títulos estaduais vieram e sempre apoiado por sua torcida, o Atlético parecia que não mais teria adversários locais e estaria muito próximo de ser uma potência no futebol Brasileiro. A construção de um estádio que é um dos mais modernos da América Latino, um Centro de Treinamento maravilhoso e o orgulho de nós torcedores atleticanos cada vez mais nos fazia ter certeza de que este seria o caminho natural.

Ao invés disto, a decepção com a fraca campanha na Libertadores no ano seguinte a conquista do título, a décima sétima colocação no campeonato brasileiro do ano passado e a atual décima oitava colocação colocam nosso time e nossa paixão em estado de alerta e com necessidade de amparo urgente.

Não adianta mais alimentar nossa torcida com falsas esperanças e nos enganar com relação ao futuro, como acontece no filme de Jim Carrey. Achávamos que com a venda do Kleberson iríamos montar um grande time, além de concluir a Arena da Baixada. Sabemos agora porém que iremos aumentar nosso CT, que ainda não há previsão de conclusão da Arena, e que não há perspectivas de mudanças no futebol, apesar de nos passarem a idéia de que a conclusão da Arena está próxima e de que poderemos ter revelações nossas negociadas a preços milionários no próximo ano. Isto tudo utiliza-se tentando amenizar as feridas de nós torcedores em relação aos últimos acontecimentos e resultados.

O nosso Atlético é o artista principal do filme que estamos presenciando, porém esperamos que ele próprio acorde deste mundo de fantasias e perceba isto antes que seja tarde demais. Perceba que é excelente ter o patrimônio que já temos hoje e aumentá-lo, mas que acima de tudo o futebol é feito de resultados. Não cobro títulos todos os anos, mas não podemos ser mais meros coadjuvantes nos campeonatos em que participamos. Nossa torcida tem sempre ajudado e apoiado, e apesar disto temos a pior campanha entre os times da capital, e somos a torcida que mais comparece ao estádio.

Por favor Sr. Presidente, escute mais opiniões diversas e que visam exclusivamente o bem e o crescimento do Atlético. Vamos tornar a instituição Atlético mais transparente, visando além do crescimento de seu patrimônio, o crescimento em campo e no cenário do futebol brasileiro. Chega de falsas ilusões, de que concluindo a Arena ou aumentando o CT o problema do departamento de Futebol do Atlético esteja resolvido. Vamos aproveitar e reformular aquilo que já se detectou que está errado e tentar corrigir já para este e também para os próximos campeonatos. Conte conosco para isto!

Recentemente estive em Montevideo, visitando o estádio Centenário e logicamente eu estava com o manto sagrado do nosso rubro negro querido. O Sr. Xavier Beethoven, que inclusive já jogou na seleção uruguaia e jogou contra o Pelé, ao nos mostrar o estádio com detalhes, conversava comigo a respeito de futebol e eu falava do nosso Atlético, o “Paranaense” como ele chamava. Falei da Arena, do CT , do Kleberson que hoje está no Manchester e do título de 2001. Ele inclusive recordava nossa campanha na Libertadores de 2000, quando ganhamos no Centenário do Nacional. Porém disse algo que me feriu profundamente… segundo suas palavras o “Paranaense” foi um cometa, como o Halley, que apareceu uma vez e sumiu… talvez só daqui a muitos outros anos E eu não podia falar nada, afinal, ele não deixava de ter uma certa razão…

Acorda Atlético deste mundo de fantasias! Vamos voltar a disputar e ganhar títulos! Vamos montar um elenco qualificado , sem necessariamente gastar milhões de dólares. Vamos reformular nossa direção de futebol. Nosso clube está forjado a estar entre os primeiros e não podemos aceitar passivamente o que acontece. Somos especiais simplesmente pelo fato de sermos rubro-negros! Sr. Presidente, escute aqueles que querem ajudar e contribuir para o bem comum do Atlético.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Resumão

Resolvi escrever o texto somente hoje… Depois do jogo do Ceará, em que o time fez uma boa partida, curiosamente não foi comandado por Felipão…

Fala, Atleticano

Expectativa

Pois é, o que tenho agora é uma expectativa em relação ao futuro do CAP neste ano. Mudamos de técnico, alguns jogadores chegaram, outros foram…