27 set 2003 - 19h58

Segundo pênalti foi antecedido por milagre

O segundo pênalti favorável ao Atlético no jogo deste sábado, contra o Flamengo, ocorreu logo depois de um verdadeiro milagre, que beneficiou a equipe paranaense.

Aos 26 minutos de jogo, depois de uma bola alçada na área, o atacante Edilson chutou de dentro da pequena área. Diego fez ótima defesa, à queima-roupa. A bola sobrou ainda na pequena área, na área central. O lateral Rafael tentou chutar de calcanhar para o gol vazio, mas acabou furando.

A bola sobrou para outro jogador do Flamengo, que concluiu novamente para o gol, de muito perto. Porém, o meia Fernandinho evitou o gol, tirando a bola de cima da linha do gol. Na seqüência da jogada, Alex Mineiro foi lançado na ponta-direita. Ele avançou e cruzou para Dagoberto, que foi derrubado por Fabino dentro da área.

O pênalti foi marcado, mas Alex Mineiro cobrou no travessão de Júlio César.



Últimas Notícias