13 out 2003 - 11h41

Ex-técnico atleticano passa sufoco na Arábia

(Riad, Arábia Saudita) – Vivendo em Riad desde fevereiro deste ano, o técnico Valdir Espinosa, seu filho e auxiliar Rivelino Serpa e seus parentes viveram momentos no mínimo curiosos desde então.

No início houve a guerra dos EUA x Iraque, na fronteira com a Arábia Saudita e, depois, o atentado a bomba em um condomínio em Riad no dia da viagem de férias ao Brasil.

Ontem, dia 12 de outubro, ao retornarem do treinamento receberam um telefonema de um amigo dando conta de que o condomínio em que vivem em Riad estaria na lista negra para um possível atentado nas próximas horas.

Imediatamente, Espinosa e Rivelino entraram em contato com o presidente do clube, Sua Alteza Real Príncipe Faissal bin Abdallah bin Nasser, que os colocou em um hotel enquanto pensam em alternativas para a moradia da família.

“A situação é tranqüila. Apenas resolvemos sair temporariamente do compound por precaução e para avaliarmos a situação, mas as condições de vida na cidade continuam inalteradas. Pode ter sido apenas um boato, mas…Estamos todos bem!”, disse Espinosa.



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…