4 nov 2003 - 8h10

Opinião: “E 2004?”

Lembro-me que no início do ano, escrevi um texto, logo após a derrota no amistoso, em casa, para o Joinville : “ Feliz 2004, pois 2003 vai ser de matar! ”. Fui execrado, tido como traidor e pessimista de plantão. Mas dava para antever, mesmo sem ser um expert no assunto, que o time era fraco. Pensemos então em não repetir o erro no próximo ano. Calendário pouco atrativo, pois devido aos erros deste ano, estamos longe de uma vaga em competições internacionais e até mesmo fora, pelo menos por enquanto, da Copa do Brasil.

Pra começo de conversa, acho que Mário Sérgio deve ficar. Trabalho a médio/longo prazo, com tempo para se planejar, tendo pleno conhecimento do elenco, pode trazer bons frutos. O simples fato de ter sanado o eterno problema de posicionamento na área, que melhorou muito e as cobranças de falta, já denotam seu competente trabalho.

Seguindo a política do bom e barato, este time que apresento (e espero a participação do leitor dando opiniões) cabe no orçamento do Atlético. Não é um Real Madrid, mas é superior ao time de 2003.

Diego deve e TEM que ficar. Mostrou a todos o acerto em sua contratação e porque foi eleito o melhor goleiro do Brasil em 2002.

Paulo Baier, lateral direito do Criciúma é um dos melhores em sua posição no Brasil. Tem passe livre, mas já possui 29 anos. Ruy do Guarani é um jogador interessante e que merece um olheiro atento em seu futebol.

Gaúcho é o zagueiro do Sport Recife, e já me impressionou quando o seu rubro negro eliminou o nosso na Copa do Brasil. Bom chute, boa colocação na área, é talvez o “xerifão” que está fazendo falta à nossa defesa.

Rogério Correa, a meu ver é um injustiçado. Obrigado a jogar com parceiros pouco confiáveis, fez alguns importantes gols e voltou a jogar bem, mas basta um mínimo erro para a galera pegar no seu pé. Rodolfo se salva naquela peneira que é a defesa do Fluminense e seria uma boa contratação.

Para a lateral esquerda, espera-se que a eterna má fase de Ivan vá embora. Uma outra boa pedida é Marcão do Juventude e também o veloz Tigrinho do Figueirense.

Douglas ou Alan dão conta do recado como primeiro volante.

Já Luciano Santos, que voltou a jogar bem nas últimas partidas, faria um belo duelo pela posição com Fernando Miguel do Paraná Clube. Volante de boas qualidades técnicas, é bom marcador também.

Jadson e Fernandinho devem assumir a titularidade no meio campo atleticano, mas contar com Adrianinho da Ponte Preta e Fernando do Juventude, abriria o leque de opções para a criatividade do time.

Fechando o time, Alex Mineiro e Dago devem ficar e nos dar muitas alegrias. O artilheiro da segundona, Waldomiro do Remo é um bom jogador e seria a sombra ideal para nossa dupla de ataque. Ilan já demonstrou interesse em ir embora, felizmente talvez.

E alguns atletas parecessem ter encerrado seu ciclo no Atlético. Alessandro mostra-se desmotivado e Adriano, infelizmente parece ter perdido o tesão de vestir o manto rubro negro. Mas isso é motivo de outra coluna.

Juarez Villela Filho
Colunista da Furacao.com
coluna@furacao.com

Os textos de opinião não representam necessariamente o pensamento da Furacao.com. O autor do artigo se responsabiliza integralmente por seu conteúdo. Comentários devem ser enviados diretamente ao autor, através do e-mail acima indicado.



Últimas Notícias