23 nov 2003 - 19h36

Maculan dispara contra o volante Preto

O superintendente de futebol Alberto Maculan ficou revoltado com a postura do volante Preto na partida deste domingo entre Bahia e Atlético. O jogador do tricolor baiano agrediu três atletas rubro-negros: Luciano Santos, Alex Mineiro e Alessandro.

“Eu comparo esse moço àquela pessoa que arruma uma namorada bonita e vai para uma tórrida noite de amor. Daí a coisa não acontece como ele queria e ele coloca a culpa na mulher. É um frustrado. Ele se acha um craque, mas não consegue jogar e daí fica distribuindo cotovelada, jogando sujo”, disse Maculan em entrevista ao repórter Osmar Antônio, da Rádio Banda B.

Maculan também criticou Preto por suas declarações depois que ele deixou o Atlético, no ano passado. Questionado se havia ficado alguma rusga depois da saída de Preto do clube, o diretor respondeu positivamente.

“Ficou uma rusga porque ele foi lá roubar nosso dinheiro. Jogou um jogo só, mas o Atlético honrou todos os seus compromissos. Chamamos o pai dele lá e pagamos até o que não estava assinado no contrato. Eu fiquei sabendo que ele disse que o Atlético não pagou o que ele devia. Isso revolta a gente porque é uma mentira. Mas é um moço ainda, ele vai aprender muito. A vida vai ensinar ele a respeitar a casa onde trabalha e não cuspir no prato onde comeu”, finalizou.



Últimas Notícias