27 nov 2003 - 16h49

Piekarski é condenado por bigamia

O polonês Mariusz Piekarski, ex-jogador do Flamengo e casado com uma modelo brasileira, foi condenado por um tribunal de Cracóvia pelo crime de bigamia. Piekarski terá que pagar uma multa de 10.000 zlotys (cerca de 2.500 dólares) por ter se casado novamente, sem antes dissolver, de maneira legal, seu primeiro casamento com a ex-miss Brasil Kelley Vieira.

A primeira união aconteceu em 1997, quando o jogador atuava pelo Atlético-PR. No mesmo ano, o jogador passou para o Flamengo e seis meses depois, em janeiro de 1998, foi para o Mogi Mirim. O casal teve um filho, Daniel, mas a relação não deu certo e Piekarski voltou para a Polônia, onde conheceu sua atual mulher, com a qual se casou em 1999.

Ao saber do casamento pela imprensa, a modelo brasileira entrou na Justiça, exigindo a partilha de bens e a pensão alimentícia do filho. Além disso pediu às autoridades que investigassem se Piekarski não havia cometido crime.

A Procuradoria da Cracóvia se inteirou de todo o assunto quando recebeu os correspondentes documentos do consulado do Brasil na Polônia.

A investigação durou dois anos, porque a Procuradoria pediu à Justiça do Brasil muitos documentos, assim como declarações da primeira mulher do jogador.

Na investigação, Piekarski alegou que tinha recebido do Brasil vários papéis e que estava certo de que, entre eles, estava a declaração de divórcio.

Já na audiência no tribunal cracoviano o jogador reconheceu sua culpa e, de acordo com a legislação penal polonesa, ele mesmo propôs sua punição, pela qual terá de pagar a multa e as custas do processo.

Fonte: Terra Esportes. Agradecimentos à Loriano Modzinski e Rubens Requião Neto.



Últimas Notícias