29 nov 2003 - 15h52

Gabiru arretado

Pela primeira vez neste ano o Atlético conseguiu vencer três partidas seguidas e já pulou para a zona de classificação da Copa Sul-Americana. A vitória de hoje contra o Guarani por 3-1 deixou o rubro-negro com 59 pontos.

O primeiro tempo da partida foi dominado pelo Atlético, que exerceu forte pressão nos primeiros 15 minutos. Logo após a saída de bola Fabrício arriscou o primeiro chute e assustou o goleiro Jean. Aos nove minutos Adriano aproveitou um cruzamento de Alessandro e cabeceou no ângulo esquerdo, mas o goleiro bugrino voou para espalmar.

Aos 13, Fabrício bateu falta no canto direito e Jean espalmou novamente. Logo em seguida Alex Mineiro invadiu a área e a bola sobrou para Adriano, que emendou na trave esquerda. No rebote Luciano Santos completou e Jean salvou o Guarani mais uma vez.

Mas o time rubro-negro tinha um ponto fraco: a improvisação do volante Isaías na lateral esquerda. Por ali o Guarani começou a incomodar e teve uma ótima chance aos 23 minutos. Dinelson foi à linha de fundo e cruzou rasteiro, Alex bateu de primeira e a bola passou muito perto da trave esquerda de Diego.

A esta altura o ímpeto do time da casa tinha diminuído, mas outra boa oportunidade aconteceu aos 37 minutos. Fabrício bateu escanteio da esquerda e Rogério Corrêa cabeceou no travessão. Cinco minutos depois o primeiro gol saiu. Alex Mineiro fez bom passe para Luciano Santos na área, ele se atrapalhou com os zagueiros e a bola sobrou para Adriano emendar de canhota no ângulo direito e balança a rede.

No segundo tempo o técnico Mário Sérgio sacou o volante Izaías, improvisado na lateral esquerda, e colocou em campo Tiago Costa. Daniel também foi substituído por contusão para a entrada de outro zagueiro, Tiago.

Aos oito minutos Ruy cruzou da direita, Alessandro Lopes falhou e Rodrigão, embaixo do gol, chutou por cima. Quatro minutos depois Wagner rolou da direita e Rodrigão isolou. Mais cinco minutos e Rafael Silva ajeitou para Esquerdinha, que bateu de primeira no canto esquerdo e obrigou Diego a fazer excelente defesa.

O time de Campinas não aproveitou as chances e foi castigado. Aos 28 minutos a dupla Alex Mineiro e Adriano voltou a funcionar. O primeiro tocou de calcanhar para o segundo, que cortou o zagueiro e bateu novamente de perna esquerda para fazer 2 a 0.

Mas a defesa atleticana seguia falhando. Dois minutos depois Leandro Guerreiro teve espaço para limpar a jogada e arriscar de fora, acertando o canto direito baixo e diminuindo o placar.

Mas a ineficiência do ataque bugrino não permitiu que os erros da defesa adversária fossem melhor explorados. A última boa chance de empatar o jogo aconteceu já aos 45 minutos, numa cabeçada de Leandro Guerreiro que passou perto do travessão.

Nos acréscimos o Atlético ainda fez o terceiro. Alex Mineiro dividiu com Jean e a bola sobrou para Jadson bater de primeira, e fechar o placar.

Furacao.com com informações do Terra Esportes

44ª Rodada – (29/11) – Atlético 3 x 1 Guarani – Baixada
A: Leonardo Gaciba da Silva (RS); CA: Luciano Santos, Adriano, Leandro Guerreiro e Bruno Quadros; P: 7.402; R: R$ 57.055,50; G: Adriano, aos 42 do 1°; Adriano, aos 28, Leandro Guerreiro, aos 30 e Jadson, aos 47 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; Alessandro, Rogério Corrêa, Alessandro Lopes, Daniel (Tiago Vieira) e Izaías (Thiago Costa); Alan Bahia, Luciano Santos, Fabrício (Jadson) e Adriano; Alex Mineiro. T: Mário Sérgio.

GUARANI: Jean; Ruy, Juninho, Bruno Quadros e Gilson (Esquerdinha); Leandro Guerreiro, Glauber, Alex e Dinelson (Marquinhos); Wagner e Rodrigão (Rafael Silva). T: Barbieri.



Últimas Notícias