3 dez 2003 - 12h29

Petraglia abre o jogo para o Jornal do Estado

O Jornal do Estado publicou em sua edição desta quarta-feira uma entrevista com Mario Celso Petraglia, atual presidente do Conselho Gestor e eleito ontem para ocupar a presidência do Conselho Deliberativo no próximo biênio.

A reportagem, de autoria do jornalista Silvio Rauth Filho, esclarece questões importantes e que estão na pauta do dia das discussões dos torcedores atleticanos. Confira as principais respostas de Petraglia:

JE: Quem será o candidato a presidente do Conselho Gestor?
Não temos ainda um nome definitivo. Temos alguns candidatos. Veremos as chapas inscritas, que é o próximo passo. Veremos se haverá bate chapa ou chapa única.

JE: E a conclusão da Arena?
Estávamos na esperança de trazer no final de ano uma surpresa para nosso torcedor, um presente de natal com a derrubada do muro, num acordo que havíamos feito, não por escrito, mas verbalmente, com a direção do colégio. Mas infelizmente não aconteceu e voltamos à estaca zero. Trabalhamos muito nesses dois anos para o Atlético ter a posse desse terreno. Mas dependemos não mais da boa vontade de nossos inquilinos, mas sim da Justiça, que infelizmente é lenta.

JE: Há uma previsão?
Quando iniciamos a construção da Arena, em 1997, pensava que 2004 estaria infinitamente longe. São duas matrículas do terreno. Um contrato venceu em 2000 e outro será em 2004. Na época, achava absurdo de tão distante. Mas o Atlético tem todo tempo do mundo, completa 80 anos ano que vem…

JE: Quais os planos para o time em 2004?
Nos dois últimos anos não tivemos condições de investir no futebol porque a conquista do Campeonato Brasileiro nos trouxe um déficit muito grande (…) Então, temos consciência que se fortalecer esse grupo, que mostrou um crescimento muito grande na reta final, teremos condições de fazer um grande campeonato. Claro que o futebol não é uma ciência exata. Depende de mil detalhes. Os atletas não são máquinas, são homens.

Clique aqui para ler a entrevista completa.



Últimas Notícias