9 dez 2003 - 12h02

Opinião: “marqueteiro ou sincero?”

Desde o início já dava para perceber tratar-se de um jogador diferenciado. Educado, simpático e sempre dando toda a atenção necessária ao torcedor. Vindo de uma premiação como melhor goleiro do Brasil em 2002, teve que viver no início, com a eterna “sombra” do Flávio, outro ótimo goleiro e que ganhou oito títulos em oito anos de clube.

Pertinente até a comparação, pois o Pantera era muito contestado na meta rubro negra. Bastou alojar-se no Paraná Clube para ser tratado com mais respeito, principalmente pela crônica esportiva que costuma ver “chifre em cabeça de cavalo” em tudo que diz respeito ao Atlético.

No início foi o Alexandre Zraik do Tribuna na TV, que levou uma invertida do goleiro ao perguntar se ele não se achava marqueteiro. “Se agradar o torcedor é jogar camisa pra galera, bater no peito e dar atenção, podem me chamar de marqueteiro sim.” – respondeu o capitão atleticano.

Aos poucos, até mesmo o eterno mal humorado Augusto Mafuz foi rendendo-se ao goleiro gaúcho como ele gostava de referir-se ao arqueiro rubro negro. Primeiro contestava o valor de seu passe, valor do seu salário, se pertencia a empresários, etc. Depois, viu o óbvio!

Agora o excelente Luiz Augusto Xavier volta a tocar na questão do marketing pessoal do goleiro, ainda contestando se ele não poderia ter defendido a cabeçada que empatou o jogo em seu final. Até poderia concordar que a bola seria defensável, mas e nossa defesa? E as três defesas quase impossíveis por ele realizadas minutos antes do segundo gol vascaíno?

E quanto ao marketing, escrevo por mim, mas já ouvi isso de muito torcedor rubro negro. Mas vale a pena ter um “marqueteiro” que defende o clube até o fim do que jogador protegido da imprensa que tira a camisa dentro de campo, que jogador que pára jogada de ataque para juntar correntinha de ouro em clássico ou aqueles que não honram o manto sagrado, apenas pensando em transferências para um clube “grande”.

Deixem ao menos, nesse triste ano para o Atlético, curtirmos nossos ídolos! O atleticano só quer paz ! E que Diego continue no clube, nos ajudando a conquistar muitos e muitos títulos.



Últimas Notícias