14 dez 2003 - 17h48

Sesqui: Atlético goleia e está na final

O Atlético derrotou o Capão Raso por 4 a 0 em jogo realizado nesta tarde no CT do Caju, no Umbará. Com esse resultado, o Furacão está na final da Copa Sesquicentenário e jogará com o Coritiba, que venceu a Platinense por 4 a 1, no Couto Pereira.

O rubro-negro começou melhor na partida, aproveitando a lentidão do time do Capão Raso. Logo aos 9 minutos, Ricardinho abriu o placar numa bela jogada individual, chutando forte na saída do goleiro Ricardo Pinto, que ainda tentou fazer a defesa com as pernas. Foi seu primeiro gol com a camisa do Atlético.

O Capão Raso tentou responder com os contra-ataques. Aos 17 minutos fez uma boa jogada com Samuel, que perdeu a chance de empatar a partida, mas acabou sendo interceptado pelo zagueiro Marcio Alemão. No contra ataque, Paulinho Guerreiro ficou sozinho, de frente para a meta de Ricardo Pinto, mas chutou por cima.


Selmir marcou um no segundo tempo

A pressão do time atleticano em aumentar o placar continuou com o atacante Selmir. Aos 25 minutos, Ricardinho cobrou escanteio e o atacante cabeceou com perigo. Minutos depois, novamente Ricardinho passou tranqüilo pela zaga tricolor, driblou Ricardo Pinto e chutou fácil, marcando seu segundo gol na partida.

O Furacão continuou criando boas chances, especialmente com a dupla Ricardinho e Selmir. Aos 31 minutos, Ricardinho novamente teve chance de fazer mais um gol, chutando forte, para a defesa de Ricardo Pinto. Seu companheiro de ataque, Selmir, tentou aos 39 minutos, numa cabeçada perigosa, mas o goleiro Ricardo Pinto apenas observou a saída de bola pela linha de fundo. Somente aos 44 minutos que o Capão Raso apresentou perigo ao time atleticano, numa cabeçada perigosa de Cleiton Neves, mas o goleiro Tiago Cardoso salvou.

Segundo tempo

O segundo tempo continuou tranqüilo, com os dois times tocando a bola facilmente, com a ajuda do gramado que, mesmo um pouco pesado devido à chuva que caiu até alguns minutos antes da partida, nada se comparava ao péssimo estado do campo do Capão Raso, na partida de ida.

Aos 9 minutos, Lucas Martins quase fez gol contra, assustando o goleiro Tiago Cardoso. O Atlético logo respondeu com Selmir, aos 13 minutos, que tentou uma bicicleta, mas não obteve sucesso. No minuto seguinte, o atacante desencantou e deixou a sua marca, fazendo o terceiro gol para o time atleticano.

Já o Capão Raso tentava abrir mais espaço no meio de campo, pressionando o Atlético. O técnico Juarez Mocelin tirou o atacante Odair e colocou Geovani, que fez uma boa partida na quinta-feira. Minutos depois, trocou Celsinho, ex-Paraná, por Egeu.

O Atlético continuava em busca do quarto gol. Aos 31 minutos o atacante Marcelo Régis fez uma boa jogada, recebeu passe de calcanhar de Selmir, mas chutou pela linha de fundo. O volante Juliano também tentou, aos 37 minutos, num forte chute de fora da área, mas não apresentou perigo para a meta de Ricardo Pinto.

Aos 39, Marcelo Régis driblou um zagueiro e bateu de fora da área, no cantinho de Ricardo Pinto, marcando o quarto gol atleticano. Aproveitando a boa atuação do time, o técnico Júlio Piza substituiu Ricardinho e colocou Anderson Gomes. O Capão Raso ainda ficou desfalcado, pois Jefferson se machucou e o técnico já havia feito as 3 substituíções.

Sesquicentenário – (14/12) – Atlético 4 x 0 Capão Raso – CT do Caju
A: Edmar Paris (PR); CA: Paulinho Guerreiro, Marcelo Régis, Alan Bahia, Juliano, Felipe, Henrique e Jefferson; P: 183; R: R$ 984,00; G: Ricardinho, aos 10 e aos 29 do 1°; Selmir, aos 14 e Marcelo Régis, aos 39 do 2°.

ATLÉTICO: Tiago Cardoso; Felipe, Marcio Alemão, Douglas e Lucas Martins; Alan Bahia, Juliano, Paulinho Guerreiro e Marcelo Régis; Ricardinho (Anderson Gomes) e Selmir. T: Julio Piza.

CAPÃO RASO: Ricardo Pinto; Henrique, Cleiton, Edson e Cleiton Neves; Jefferson, Nelson (Vinícius), Fabiano e Samuel; Celsinho (Egeu) e Odair (Geovani). T: Juarez Mocelin.



Últimas Notícias