20 dez 2003 - 12h09

Resumo dos jornais deste sábado

Fleury assume o Atlético e promete 3 reforços – Aclamado na última quinta-feira à noite, em reunião do Conselho Deliberativo, o novo presidente do Atlético teve ontem à tarde seu primeiro encontro com a imprensa. Na coletiva, João Augusto Fleury da Rocha, procurador da República há 30 anos, e há 33 sócio de carteirinha do rubro-negro, revelou que no ano que vem não sai a conclusão da Arena da Baixada, mas se encerram todos os entraves jurídicos que estão emperrando a conclusão do estádio atleticano. (Leia mais).

 

Presidente apóia continuidade – Um apaixonado pelo Atlético, detentor de um vocabulário tão extenso quanto requintado – exigente com os interlocutores, até – e caracterizado pelo carisma, que ganha realce pelo constante sorriso no rosto. Foi assim que o procurador federal João Augusto Fleury da Rocha, de 56 anos, se mostrou em sua primeira entrevista coletiva como presidente aclamado do Clube Atlético Paranaense. (Leia mais).

 

Dagoberto é chamado para o Pré-Olímpico – O atacante Dagoberto, do Atlético, é um dos cinco novos integrantes da seleção sub-23 que vai disputar o Pré-Olímpico do Chile, a partir de janeiro de 2004. O técnico Ricardo Gomes convocou nesta sexta-feira cinco jogadores para completar o grupo. Além de Dagoberto, foram chamados o meia Dudu Cearense, do Vitória, e os atacantes Nilmar e Daniel Carvalho, ambos do Internacional esses quatro jogadores sagraram-se campeões mundiais pela Seleção sub-20 nesta sexta-feira, nos Emirados Árabes. (Leia mais).

 

Fleury substitui Petraglia no comando do Atlético – O advogado João Augusto Fleury da Rocha é o novo presidente do Conselho Gestor do Atlético. Ele substitui Mário Celso Petraglia, que agora preside o Conselho Deliberativo e foi o responsável pela indicação do novo comandante do Rubro-Negro. (Leia mais).

 

Por enquanto, muito papo e pouca ação – O Atlético vai tentar fazer bonito no Estadual para chegar à Copa do Brasil de 2005. Depois, tentará fazer bonito no Brasileiro para chegar à Libertadores do ano seguinte. Tomara que os dirigentes do clube, desta vez, levem a sério todas as competições que forem realizadas. Este ano, o Atlético desprezou o Campeonato Paranaense, pensando que iria conseguir uma vaguinha na Copa do Brasil na base do jeitinho. (Leia mais).

 


Últimas Notícias

Brasileirão A1|Opinião

NEM 8, E NEM 80

O título do que será relatado abaixo, resume muito o sentimento desse ilustre torcedor quem vos escreve.   Na noite de ontem o Furacão entrou…