21 dez 2003 - 15h31

Dossiê 2003: os zagueiros atleticanos

Se de um lado os internautas não demonstraram preocupação com os goleiros disponíveis para o técnico Mário Sérgio em 2004 (vide resultado da atual pesquisa da Furacao.com), o mesmo não se pode dizer em relação aos zagueiros. Até o momento, quase dois mil atleticanos votaram nesta posição como a que causa maior preocupação. Mais de 50% das opiniões registradas apontam que o Atlético precisa reforçar com urgência este setor caso pretenda alçar vôos bem mais ousados do que as pífias campanhas de 2002, e especialmente em 2003.

Se a qualidade é uma preocupação da torcida, a quantidade não causa problemas. O técnico Mário Sérgio dispõe de sete jogadores para escalar a defesa atleticana, que mescla a experiência e a juventude para segurar os adversários. Sempre atentos aos conselhos dos experientes Rogério Corrêa e Igor, os jovens Daniel, Juliano, Alessandro Lopes, Thiago Costa e Tiago tiveram suas chances no Campeonato Brasileiro, que ainda teve o veterano Capone como parte do elenco no primeiro turno.

Jogadores como Daniel e Igor, apesar de jovens, já eram conhecidos pela torcida desde 2001, quando participaram, como suplentes, na campanha do título brasileiro. As revelações surgiram em 2003 por conta da necessidade da renovação do elenco. Desta forma, Alessandro Lopes e Thiago Costa puderam mostrar serviço no final do Brasileirão deste ano. O primeiro foi o que mais soube aproveitar as chances decorrentes das contusões e suspensões de Igor, Tiago e Daniel. A jovem revelação recebeu a confiança de Mário Sérgio, pegou a camisa titular na reta final do campeonato e surge como opção séria na zaga para a temporada 2004.

ROGÉRIO CORRÊA
Sempre valente, este goiano de 24 anos pode ser considerado o líder do setor defensivo. Passando confiança à torcida e aos seus companheiros, Rogério chegou ao clube em 2001 e logo se firmou como titular. Tendo características como o bom cabeceio e o apoio ao ataque, marcou cinco gols no Brasileirão. O zagueiro não participou de apenas cinco dos 46 jogos do time no campeonato, tendo a titularidade absoluta na posição e sendo um dos jogadores preferidos do técnico Mário Sérgio.

IGOR
Assim como Rogério, Igor está no clube há varios anos. Chegou ao Atlético em 2000, mas começou a ganhar seu espaço no Brasileirão do ano seguinte. Embora tenha perdido a posição para Capone no início do campeonato, Igor reconquistou a condição de titular com a chegada de Mário Sergio, sendo um jogador importante nos esquemas 3-5-2 e o 4-4-2, utilizados neste ano. Em algumas partidas o zagueiro foi sacado para a entrada de Tiago. Na reta final do campeonato, Igor chocou-se com o zagueiro Lugano, do São Paulo e teve de ser hospitalizado.

TIAGO
Uma das contratações da diretoria neste ano, este zagueiro de 25 anos não pôde ajudar o Atlético nas primeiras partidas por causa de uma lesão no joelho. Após a recuperação, Tiago foi conquistando seu espaço aos poucos, tendo como característica a marcação forte e a boa pegada, o que lhe custou quatro cartões vermelhos ao longo da principal competição neste ano. Sua permanência ainda é incerta.

ALESSANDRO LOPES
Dos zagueiros atleticanos, Alessandro Lopes é o mais jovem, com apenas 19 anos. Ele, que foi promovido da equipe dos juniores fez sua estréia no Atletiba vencido pelo Furacão. Desde então, não saiu mais do time profissional, sendo titular nos três últimos jogos da equipe no Brasileiro e também destaque do time campeão da Copa Sesquicentenário. Apesar da idade, o zagueiro mostrou bastante preparo diante da torcida atleticana que aposta em seu bom desempenho em 2004.

JULIANO
Este catarinense de 22 anos foi mais utilizado por Vadão do que por Mário Sergio. O primeiro lançou-o como zagueiro, pois sua posição original era a de volante, o que explica suas características de distribuir bem as jogadas, saindo com tranqüilidade da área defensiva.

DANIEL
O jovem zagueiro começou com o técnico Mário Sergio no ano de 2001, mas somente foi integrado oficialmente na equipe principal no segundo turno do Campeonato Brasileiro, participando de vários jogos. Seu ponto alto foi no jogo contra o Fortaleza, quando marcou dois gols de cabeça e garantiu a vitória do Furacão por 3 a 1. O “Diabo Loiro” é forte candidato à disputa da titularidade para o próximo ano.

THIAGO COSTA
Mais um jovem zagueiro de apenas 20 anos, este paulista participou apenas do segundo tempo da vitória por 3 a 1, diante do Guarani, na Arena da Baixada. Juntamente com Daniel, Thiago é promessa para o próximo ano. Apesar da pouca idade, com alguns ajustes e uma pré-temporada forte, os jovens atleticanos em conjunto com os mais experientes e os possíveis reforços para a posição com certeza trarão muita tranqüilidade e alegria para a nação rubro-negra.

BRUNO LANÇA
Formou a zaga do time de Juniores ao lado de Thiago Costa e Alessandro Lopes. Junto com os companheiros, foi vice-campeão da Taça BH deste ano. No final da temporada, surgiu como opção para o técnico Mário Sérgio. Foi convocado para o último jogo do Brasileiro, contra o Paysandu. Atuou como volante, mas foi elogiado pelo treinador. Será promovido aos profissionais definitivamente depois da Taça SP, em janeiro.

Colaboração: Monique Silva, do conteúdo da Furacao.com e Felipe Sanchez

Conheça mais sobre os zagueiros do elenco do Atlético:



Rogério Corrêa



Igor


Daniel


Juliano

Tiago


Alessandro Lopes

Thiago Costa

Bruno Lança

Rodrigão

Marcio Alemão


Douglas

Felipe
     


Últimas Notícias