30 dez 2003 - 21h23

Outubro – Novembro – Dezembro

OUTUBRO

No dia 1º o Atlético realizou um amistoso internacional no Texas contra o Monterrey, perdendo por 1 a 0. Na mesma semana, não saiu do 0 a 0 com o Fluminense, jogando na Arena da Baixada e também empatou com a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli.

A torcida já estava impaciente com a colocação do Atlético, em 17º. Desanimada, pedia: “Pelo menos o Atletiba”! Sem Tiago Vieira, Douglas Silva e Alex Mineiro, o Atlético entrou no jogo com um espírito diferente, demonstrando raça e vontade. Tendo domínio total da partida e contando com o maciço apoio da nação rubro-negra, o Atlético não decepcionou e ganhou o clássico por 2 a 0, com direito a gol de bicicleta do atacante Ilan. Nos últimos minutos, a torcida rubro-negra fez ainda mais festa, gritando ‘olé’. Revoltada, a torcida coxa começou a depredar as dependências da Arena da Baixada e jogou barras de ferro dentro do gramado, criando grande confusão com a Polícia Militar.


Presente de grego: gol de bicicleta no aniversário do rival

Programa favorito de quem acessa a Furacao.com, o Tribuna no Esporte, do SBT, perdeu seu destaque na bancada, o empresário e atleticano Mauro Singer, que se ausentou por dois meses para cuidar da sua Churrascaria Napolitana, na Arena da Baixada. E para ocupar a vaga, a Furacao.com lançou Juarez Villela Filho, um dos primeiros colaboradores do site. Os internautas acolheram a idéia e lotaram as correspondências do programa com e-mails de pessoas que moram até no exterior.

Mesmo empolgado com a vitória no Atletiba e jogando muito bem, o Atlético voltou da Vila Belmiro com uma amarga derrota para o Santos, por 3 a 2. Na última semana do mês o Atlético perdeu para o Vitória, por 2 a 1, jogo este realizado no Estádio do Café, em Londrina. O Furacão cumpriu um jogo de suspensão imposta pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pelo comportamento da torcida no jogo contra o Cruzeiro. E foi nesse jogo que o atacante Ilan foi atingido covardemente pelo lateral Paulo Rodrigues. Péssima notícia para a torcida atleticana: Ilan fora do Brasileirão, devido a um rompimento do ligamento colateral medial do joelho esquerdo.

Fechando o mês, o Atlético realizou uma brilhante partida diante do Corinthians, no Pacaembu, vencendo de virada por 3 a 2. Destaque para o volante Douglas Silva, que cobrou a falta com muita força e efeito, marcando um golaço.

Campanha em outubro:

Data
Horário
Equipe
Placar
Equipe
Estádio
Campeonato
25.10
16h
Corinthians
Atlético
Pacaembu
Brasileiro
22.10
20h
Atlético
Vitória
Café
Brasileiro
19.10
16h
Santos
Atlético
Vila Belmiro
Brasileiro
11.10
16h
Atlético
Coritiba
Baixada
Brasileiro
08.10
20h30
Ponte Preta
Atlético
M. Lucarelli
Brasileiro
04.10
16h
Atlético
Fluminense
Baixada
Brasileiro
01.10
22h30
Monterrey
Atlético
Cotton Bowl
Amistoso


NOVEMBRO

Empolgado com a virada impressionante diante do Corinthians, o Atlético partiu com tudo para cima do São Caetano e ganhou por 1 a 0, numa cobrança de falta do jovem Jadson. A vitória significou muito mais do que os três pontos: a certeza da permanência do clube na elite do futebol brasileiro em 2004 e a esperança de classificação para a Copa Sul-Americana. Fantasma do rebaixamento afastado, o Furacão entrou em campo contra o Goiás, mas acabou sendo goleado, por 4 a 1.

Se o time profissional estava irregular, o mesmo não pode se dizer do time B do Atlético, que venceu o Coritiba na Copa Sesquicentenário. A exemplo do placar do clássico realizado no mês passado, o time também ganhou por 2 a 0, assumindo a liderança isolada da competição.

Num jogo disputadíssimo, o Atlético realizou uma das melhores partidas no Campeonato Brasileiro, diante do São Paulo, na Arena da Baixada. Mesmo ganhando por 3 a 0, o Furacão deixou empatar, mas, no último minuto, garantiu a vitória com um gol de Jadson.


Show de Ricardinho em jogo emocionante na Baixada

Para as últimas quatro rodadas do Brasileiro, os problemas aumentaram para o técnico Mário Sérgio. Igor, Douglas Silva, Ilan e Ivan estavam entregues o departamento médico. E os desfalques não pararam por aí: o time atleticano ficou sem o meia Fernandinho e o atacante Dagoberto, que serviram a Seleção Brasileira Sub-20, no mundial da categoria, nos Emirados Árabes.

No dia 23, o Furacão foi até a Fonte Nova jogar com o Bahia, ganhando de 2 a 0, mantendo viva a esperança de conquistar a vaga para a Sul-Americana. Novembro fechou com uma boa vitória do Atlético contra o Guarani, por 3 a 1, com dois gols do meia Adriano, destaque da partida. Foi a primeira vez no ano que o time conseguiu vencer três partidas seguidas.

Para completar, o Atlético conquistou o título de Campeão Metropolitano Juvenil, vencendo o Coritiba na final por 4 a 1, de virada. A campanha da equipe foi brilhante. Em 16 jogos disputados, foram 14 vitórias, um empate e uma derrota. O time ainda teve o artilheiro do campeonato, Anderson Aquino, e o goleiro menos vazado, Vagner.

Campanha em novembro:

Data
Horário
Equipe
Placar
Equipe
Estádio
Campeonato
29.11
17h
Atlético
Guarani
Baixada
Brasileiro
22.11
17h
Bahia
Atlético
Fonte Nova
Brasileiro
09.11
16h
Atlético
São Paulo
Baixada
Brasileiro
06.11
20h30
Goiás
Atlético
Serra Dourada
Brasileiro
01.11
16h
Atlético
São Caetano
Baixada
Brasileiro


DEZEMBRO

No segundo dia do mês, a chapa Atlético 3000 foi eleita para compor o Conselho Deliberativo do Clube Atlético Paranaense no biênio 2004/2005. O conselho foi composto por aproximadamente 100 pessoas e a diretoria formada foi a seguinte: Mario Celso Petraglia (presidente), Antonio Carlos Bettega (primeiro vice-presidente), Diogo Braz (segundo vice-presidente), Tobias de Macedo (primeiro secretário), Yára Eisenbach (segunda secretária).

Na Copa Sesquicentenário, o Atlético garantiu a classificação para a semifinal diante do Londrina, com um importante gol de Selmir, na prorrogação.

No dia 6, o Atlético se despediu dos torcedores atleticanos, jogando na Arena, contra o Vasco, empatando por 2 a 2. O empate deixou o time em situação complicada na luta para a vaga na Sul-Americana.

No dia 10, o time dos Juniores ficou com o vice no Campeonato Paranaense, mesmo ganhando por 2 a 0, diante do Coritiba. Na partida de ida, o time atleticano perdeu por 4 a 1.

Na primeira semifinal da Copa Sesquicentenário, o Atlético não saiu do 0 a 0 ao enfrentar o time amador do Capão Raso, tendo o goleiro ilustre Ricardo Pinto. Na segunda partida, o time desencantou e venceu por 4 a 0, com dois gols de Ricardinho.

No dia 14, o Atlético encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro, empatando em 2 a 2 com o Paysandu, terminando na 12º colocação, com 17 vitórias, 10 empates e 19 derrotas. A equipe marcou 67 gols e sofreu 72.

No dia 18 o advogado João Augusto Fleury da Rocha foi apresentado como o novo presidente do Atlético. Ele ocupará o cargo que já foi de Ademir Adur, Nelson Fanaya, Marcus Coelho e Mario Celso Petraglia.

Para não terminar o ano sem títulos, o Atlético foi campeão da Copa Sesquicentenário, em cima do seu maior rival, ganhando de 2 a 1. Detalhe: o Coritiba utilizou a maior parte de seus jogadores do time principal na partida final.


Copa Sesquicentenário: Furacão manteve o tabu de não perder finais para o Coritiba

E para encerrar o ano bem, Dagoberto e Fernandinho ajudaram a Seleção Sub-20 a conquistar o tetracampeoanto do mundial da categoria. O meia Fernandinho foi o autor do gol do título. E Dagoberto, ainda, garantiu presença na Seleção Sub-23, que disputará o Pré-Olímpico em janeiro, no Chile.

Ainda em 2003, o Atlético contratou os zagueiros Marinho e Valnei, e o lateral-direito Marcão. O primeiro nome a deixar o rubro-negro foi o volante Luciano Santos, que assinou contrato com a Portuguesa de Desportos.

Campanha em dezembro:

Data
Horário
Equipe
Placar
Equipe
Estádio
Campeonato
14.12
16h
Paysandu
Atlético
Mangueirão
Brasileiro
06.12
18h
Atlético
Vasco
Baixada
Brasileiro

Texto: Monique Liane da Silva e Patrícia Bahr, do Conteúdo da Furacao.com



Últimas Notícias