5 jan 2004 - 16h27

Mais de vinte jogadores devem ser negociados

Com o anúnico do técnico Mário Sérgio de que pretende trabalhar com somente 30 atletas no elenco principal do Atlético, cerca de 20 jogadores ligados ao rubro-negro deverão ser negociados neste início de temporada. O desligamento deles se dará de modo definitivo ou apenas por empréstimo a outras equipes do futebol brasileiro.

Os mais cotados para serem negociados são os jogadores que já estavam emprestados na temporada de 2003 e também aqueles que compuseram o elenco do time B, que em 2003 disputou amistosos e também a Copa Sesquicentenário.

Alguns jogadores cujos direitos federativos pertencem ao Atlético já foram emprestados a outras equipes para o ano de 2004, casos do meia William (Figueirense), do lateral-direito Rogério Souza (Paysandu), do zagueiro Rodrigão (Paysandu) e do atacante Fabinho (Paysandu).

Outros que estavam emprestados dificilmente serão reintegrados, como Cocito (Corinthians), Gustavo (São Caetano), Wellington Paulo (Vasco), Welington (Rio Brancop-SP), Paulo Santos (Rio Branco-SP), Edson Grilo (Rio Branco-SP), Marcelinho (Avaí) e Castorzinho (Sertãozinho). Destes, apenas Gustavo e Cocito já receberam propostas oficiais (do São Caetano e do Grêmio, respectivamente).

Além deles, o Atlético também conta com outros atletas que estarão em disponibilidade pelo excesso de concorrentes no plantel principal, como o meia Perdigão e o goleiro Domagoj.

Há também os jogadores que chegaram para testes e disputaram a Copa Sesquicentenário: Marcio Alemão e Douglas (zagueiros), Janiro (lateral-direito), Paulinho Guerreiro e Marcelo Régis (meias) e Leandro (atacante). Caso tenham sido aprovados pela diretoria, existe também a possibilidade de serem emprestados a outras equipes para ganharem experiência.

Por fim, a última categoria de atletas que devem deixar o clube é formada pelos jogadores que foram aproveitados no Campeonato Brasileiro, mas que não terão espaço na renovação de valores do clube. Ainda não existe uma lista oficial, mas os nomes mais cotados são os de David, Michel Bastos, Juliano, Douglas Silva, Carlos Alberto, Lê e Selmir.

O lateral-direito Alessandro e o zagueiro Igor também já tiveram seus nomes especulados em transferências pela imprensa.

A intenção da diretoria é de emprestar os jogadores para outros times brasileiros na medida em que forem surgindo propostas. Assim, não deverá ser feita uma “lista de dispensa”, o que depreciaria o valor dos atletas.



Últimas Notícias