25 jan 2004 - 23h49

Seleção perde e dá adeus às Olimpíadas

A Seleção Brasileira Sub-23 precisava apenas de um empate para assegurar a vaga nos jogos de Atenas e terminar o quadrangular final do Pré-Olímpico na segunda colocação. Porém, o futebol brasileiro adiou mais uma vez o sonho do ouro olímpico, ao ser derrotada pelo Paraguai por 1 a 0, com gol de De Vaca, ainda no primeiro tempo.

Na etapa inicial, aparentando excesso de confiança na vantagem do empate, a equipe de Ricardo Gomes foi facilmente dominada pelo time paraguaio. A primeira finalização do Brasil saiu apenas aos 24 minutos, em cobrança de falta do zagueiro Alex, defendida pelo goleiro Diego Barreto.

No segundo tempo, Dagoberto entrou no lugar de Paulo Almeida (que estava substituindo Fábio Rochemback, suspenso pelo terceiro cartão amarelo na partida contra o Chile) e já em seu primeiro lance fez boa jogada individual, driblando o goleiro paraguaio. Três minutos depois, o atacante atleticano voltou a infernizar os zagueiros, numa jogada rápida com Robinho.

Aos 4 minutos, Dagoberto estava livre, recebeu a bola de Robinho e perdeu um gol incrível, cara a cara com Barreto. O mesmo lance aconteceu aos 17 minutos, num lançamento de Elano para o atacante atleticano, que tentou encobrir o goleiro paraguaio. O Brasil ainda teve chances com Daniel Carvalho, Nilmar e Dudu Cearense, que nos minutos finais, recebeu a bola debaixo do gol e tocou por cima do travessão.

O Brasil repetiu os fracassos de 1980 e 1992, quando não foi a Moscou e a Barcelona. No final da partida, Dagoberto tentou justificar a derrota. “Perdemos o jogo no primeiro tempo, deixamos o Paraguai jogar e marcar o gol. Mas não podemos culpar ninguém, infelizmente o sonho acabou”, finalizou o atacante, que marcou um gol na primeira partida da equipe brasileira no torneio, contra a Venezuela.



Últimas Notícias