26 jan 2004 - 10h44

Jogador húngaro morre após ataque cardíaco

O atacante húngaro Miklos Feher morreu neste domingo após sofrer um ataque cardíaco no gramado do Estádio D. Afonso Henriques durante a partida Benfica e Vitória de Guimarães, pelo Campeonato Português. Fernando Aguiar marcou o gol da vitória benfiquista aos 46 minutos do segundo tempo. Dois minutos depois, seu companheiro Feher sofreu uma parada cárdio-respiratória.

O atacante havia entrado em campo aos 14 minutos do segundo tempo, no lugar de João Pereira. Logo após o gol de seu time, Feher foi advertido com um cartão amarelo, no centro do campo. Segundos depois, sofreu a parada e caiu no chão, de costas.

Miki, como era chamados pelos companheiros, foi imediatamente atendido e encaminhado ao Hospital da Senhora de Oliveira, em Guimarães. Duas horas depois, a morte do jogador, de apenas 24 anos, foi oficialmente anunciada pela direção do hospital.

Feher era um dos jogadores mais promissores da Hungria. Começou a carreira no Gyori Eto, da sua cidade natal, e passou pelo FC Porto, Salgueiros, Sporting de Braga e, finalmente, Benfica. Jogou 18 partidas pela Seleção Húngara.

Washington

O atacante Washington, do Atlético, sofreu problemas cardíacos e teve de ser submetido a duas cirurgias nos últimos meses. Inicialmente, os médicos que examinaram o jogador em Curitiba vetaram sua participação em jogos oficiais.

Porém, após quase um ano de tratamento, o jogador foi liberado para voltar a jogar e está participando dos treinos no CT do Caju. Segundo chefe da junta médica que examinou o caso, Constantino Constanti, Washington está apto para a prática esportiva.

Outros casos

Em junho do ano passado, o catarinense Edivam, do Criciúma, também morreu após sofrer um ataque cardíaco durante um treinamento de seu time. Ele tinha apenas 20 anos.



Últimas Notícias