30 jan 2004 - 12h03

Opinião: “ir ou não, eis a questão”

Agora a discussão é sobre a possível proibição da entrada, no estádio do mandante, da torcida adversária. Não sou muito favorável a qualquer tipo de proibição, mas porque não tentar?

Já foram feitas campanhas educativas, ameaças, restrições à entrada com bandeiras, diminuição de carga de ingressos, policiamento ostensivo e parece que nada consegue frear o ímpeto agressivo dos vândalos.

Sejamos sinceros. Dificilmente o clássico de domingo levaria mais do que 10 mil pessoas mesmo. Destas, talvez uns dois mil atleticanos, que já não vão ao Couto Pereira, por motivos óbvios, como antigamente. O campeonato é deficitário, desmotivante e o ingresso caro. Ainda mais porque pagar R$ 15,00 para ver jogo na Baixada é uma coisa e R$ 15,00 para ir ao Alto da Glória é outra, BEM diferente!

Acho a iniciativa válida, ainda mais por estarmos em início de campeonato. Se há a possibilidade de ser feita a experiência, por que não tentar antes que o torneio chegue em suas fases mais agudas?

E, mais uma vez, Curitiba pode estar dando exemplo ao Brasil, mostrando como soluções simples podem acabar com problemas complexos. Pode também ser um fiasco! Como saber?

Só tentando !

Juarez Villela Filho
Colunista da Furacao.com
coluna@furacao.com

Os textos de opinião não representam necessariamente o pensamento da Furacao.com. O autor do artigo se responsabiliza integralmente por seu conteúdo. Comentários devem ser enviados diretamente ao autor, através do e-mail acima indicado.



Últimas Notícias