9 fev 2004 - 11h39

Opinião: “Darlene e Jaqueline”

Segunda-feira, após fim de semana com vitória rubro-negra no clássico. Abro a Tribuna e me deparo com coluna intitulada “Jogo de um time só”. Apesar do autor do texto ser o alviverde declarado Vinícuis Coelho, resolvi me aventurar a ler o que o jornalista tinha a considerar sobre o clássico.

Qual não foi a minha surpresa ao perceber que, logo no primeiro parágrafo, o cronista resolveu alfinetar justamente quem? O goleiro Diego. Sim, isso mesmo. Mesmo após um jogo que o goleiro terminou invicto, e interveio bem (embora poucas vezes), há quem busque argumentos para espinafrá-lo:

“Mesmo quando o Paraná tentou alguma coisa, no início do segundo tempo, não fez nem o suficiente para que o Diego fizesse suas cenas cheias de cinema e drama, a não ser numa defesa. Ele machucou um dos dedinhos. No mais, foi muito mais assistente do que participante. Diego é um carbono do Darnley, seu ex-companheiros dos tempos do Grêmio e pegou seu jeito e atração pelos “flashs”. Mas sem a bola chegar em seu gol ele sai prejudicado.”

Mesmo desarmado pela incontestável e elástica vitória do Furacão, o jornalista insiste em querer cutucar o rubro-negro, sem ao menos fazê-lo com o mesmo talento de que goza seu colega Augusto Mafuz. Pobre Vinícius. Chega a lembrar a personagem “Darlene”, de Débora Secco, que está sempre procurando algum defeito na sua vizinha “Jaqueline Joy” (Juliana Paes), em Celebridade. Nada passa ileso aos olhos de Darlene: há sempre algum detalhe de Jaqueline que acaba virando alvo de seu veneno.

Mas o que todos nós sabemos é que o fruto da inveja de Darlene é o sucesso de Jaqueline. Na mesma linha, sabemos que os comentários venenosos de Vinícius só existem porque Diego é um goleiro que vem se destacando como poucos no Atlético. Fez um excelente Campeonato Brasileiro, é um ótimo profissional e um líder em campo. E aí vem o pessoal do outro lado querer taxá-lo de espalhafatoso? Parece a mulher invejosa que, quando vê outra mais bonita a desfilar pelas ruas, não se segura: “- Aposto que é tudo silicone, essa perua!!!”.

Vinícius deveria se preocupar mais com a atuação do alviverde Fernando, que engoliu um Senhor penoso em Paranaguá… Cuide do seu programa, Darlene!

Ricardo Campelo
Integrante do Conteúdo da Furacao.com
Entre em contato



Últimas Notícias