11 fev 2004 - 15h31

Caso Kléber vai parar na FIFA

A polêmica envolvendo o atacante Kléber, ex-Atlético, foi parar na sede mais alta do futebol mundial, a FIFA. O jogador retornou ao Brasil no final do ano para passar férias e decidiu que não voltaria ao México. Porém, seu contrato com o Tigres permanece em vigor, o que fez com que os dirigentes do clube exigissem seu retorno imediato.

Kléber está descontente com a vida no México e já havia confidenciado a amigos que não agüentava mais ficar longe do seu país. Ele recebeu uma proposta do Santos e pretendia acertar seu retorno ao futebol brasileiro.

Porém, o Tigres não abre mão do atacante, que foi contratado por valores muito altos do Atlético. Alejandro Rodríguez, presidente do clube mexicano, afirmou que a FIFA decidiu pela impossibilidade de Kléber ser inscrito por outro clube do mundo até que a situação seja resolvida.

“Não há dúvidas de que Kléber é um jogador importante para a instituição e seu contrato permanece com o Tigres, mas seu retorno dependerá muito de sua atitude, pois no clube existem políticas que devemos seguir rigorosamente, além de respeitar o restante dos jogadores”, afirmou Rodríguez.

O presidente revelou que a inabilitação de Kléber perante à FIFA ocorreu há duas semanas, mas foi revelada apenas ontem à imprensa. Ele ainda disse que o Santos tentou obter o empréstimo do atacante gratuitamente, o que foi prontamente recusado. Depois, o time de Emerson Leão ofereceu US$ 50 mil, oferta também não recebida.

Saiba mais sobre o caso Kléber:
Matéria publicada no site Terra, do México (em espanhol)
Entrevista com Alejandro Rodríguez no site oficial do Tigres (em espanhol)



Últimas Notícias