12 fev 2004 - 6h29

Resumo dos jornais desta quinta-feira

Mário Sérgio faz balanço positivo. “Esse time é bom”
Maior, revisado e melhorado. Assim o técnico Mário Sérgio analisa o time do Atlético de 2004 em comparação com o ano passado. Não em relação aos problemas e fiascos do primeiro semestre e sim em relação àquele time que foi um dos melhores no segundo turno do campeonato brasileiro. Agora, com a realização do bê-á-bá de início de temporada, com reforços e há dez partidas invicto, o treinador já vislumbra dias bem melhores para o Rubro-Negro e cobra mais reconhecimento ao seu trabalho. (Leia mais).

 

Grande área fica pequena no Atlético
Costuma-se dizer que quando um treinador de futebol tem várias opções para um mesmo setor do time, ele está com uma dor de cabeça “boa”. É o caso de Mário Sérgio com o ataque atleticano. São pelo menos quatro atletas de grande nível técnico disputando duas vagas. Os candidatos são Ilan, Washington, que foram titulares contra o Paraná; Rena, que vem entrando durante os jogos e está agradando a comissão técnica; e Dagoberto, que volta de férias depois do Pré-Olímpico pela seleção. (Leia mais).

 

Atlético rescinde o contrato de Rodriguinho
Em decisão conjunta da diretoria e comissão técnica, o Atlético-PR rescindiu o contrato do meia Rodriguinho, que se envolveu num acidente de trânsito na noite da última segunda-feira. De acordo com testemunhas, o Chevrolet Ômega conduzido pelo jogador teria cruzado a preferencial e batido num Fiat Uno, ferindo seus dois ocupantes. Rodriguinho saiu ileso, mas seu teste do bafômetro acusou alteração, segundo os policiais que atenderam a ocorrência. (Leia mais).

 

Rodrigo é afastado depois de acidente
O meia Rodrigo, 22 anos, foi afastado ontem por decisão da comissão técnica e da diretoria do Atlético. O motivo foi um acidente de trânsito, na segunda-feira à noite, quando o jogador bateu seu Omega contra um Fiat Uno, ferindo duas pessoas que estavam nesse carro. No exame de dosagem alcoólica, o bafomêtro apontou 0,70 mg/l, ou seja, 0,40 acima do nível permitido por lei. (Leia mais).

 


Últimas Notícias