4 mar 2004 - 15h22

Opinião: “Gol da diretoria”

Quem leu de forma calma e tranqüila a notícia de que o talentoso meia Dennys foi contratado pela diretoria do Atlético não tem idéia da verdadeira guerra que aconteceu nos bastidores entre o Atlético e um outro time da cidade, pela sua assinatura.

A diretoria não vai confirmar, tampouco dar pano pra manga para o assunto. Uma singela notinha no site oficial do Atlético apenas informou à imprensa, como se o rapaz tivesse caído de pára-quedas no CT do Caju. Mas este tipo de coisa não acontece por acaso…

Quando começou a se destacar no futebol, Dennys foi descoberto por um olheiro do Paraná Clube (dizem que foi o pai do Ilan), que o levou para o tricolor. O jogador passou a ser apontado como uma das grandes revelações do futebol paranaense. Com apenas 16 anos já integrava o elenco profissional.

Integrou todas as Seleções Brasileiras de base (sub-17, sub-18 e sub-20) pelo seu futebol vertical, rápido e criativo. Vi este rapaz jogar algumas partidas em 2002. Um talento bruto, sem dúvida.

A ascenção meteórica, a desorganização do Paraná Clube, e o canto da sereia pelo dinheiro fácil o fizeram conseguir seu passe na Justiça, fato corriqueiro no combalido clube da Vila Capanema.

O rapaz foi muito jovem para o exterior. Talento lhe sobrava, mas começar uma carreira internacional com 16/17 anos é muito difícil, para qualquer um. Uma passagem não muito boa pelo futebol ucraniano (não houve adaptação), e a volta para Curitiba, onde integrará a equipe de juniores do Atlético. Receberá treinamento sério de novo. Planejamento, alimentação adequada, instrução, estrutura e tudo mais que somente o Atlético pode oferecer.

Quando estiver pronto novamente, passará a disputar vaga no meio campo, ou no ataque do Atlético, onde já há valores de primeira grandeza. Mas é pro futuro, pro ano que vem.

No outro time da cidade, choro e ranger de dentes. Fizeram manobras das mais diversas para contratar o jogador, mas acabou pesando mesmo a melhor estrutura, o melhor planejamento, e o trabalho mais sério.

Além, é claro, da visibilidade. Dennys sabe que, no Atlético, pode chegar à Seleção rapidamente, e desembarcar num Manchester United ou num Milan da vida. Enquanto que no outro time curitibano, o máximo que pode sonhar é ir para a Arábia, ou talvez para a Coréia, como recentemente acontece com seus melhores jogadores.

Outra grande jogada da diretoria foi trazer o Ricardinho, do PSTC, de vez para Curitiba. Lá em Londrina, já havia pesado assédio de clubes do Brasil inteiro. Com apenas 16 anos, Ticão já o aponta como a maior revelação do PSTC de todos os tempos….

Peraí! Mas o PSTC revelou Kléberson, Dagoberto, Jadson e Fernandinho. Então o tal Ricardinho é melhor que todos eles? Segundo o Ticão, sim! E o Ticão tem uma credibilidade muito grande…

Erick Raifur
Colunista da Furacao.com
Entre em contato



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…