10 abr 2004 - 21h07

Para Mário, expulsão prejudicou o Atlético

A expulsão de Vanderson, aos 17 minutos do 1º tempo, mudou o panorama do jogo. Essa é a opinião do técnico Mário Sérgio, que reclamou bastante da atuação do árbitro Heber Roberto Lopes na partida.

“Nosso time entrou jogando bem, de igual para igual e tomou o gol porque ficou com 10. Atlético e Coritiba são dois times iguais. Se um tem superioridade numérica, obviamente terá facilidades. Eu acho que perdemos porque ficamos com dez. Se tivesse com onze, o Atlético não perderia”, disse.

Para o treinador atleticano, o árbitro inverteu algumas faltas e foi muito mais rigoroso na aplicação dos cartões com os atletas do rubro-negro do que com o adversário. “A coisa mais injusta que acontece é quando o jogador se doa ao máximo e o árbitro é tendencioso”, disse, referindo-se a algumas faltas do Coritiba que não foram punidas com o mesmo rigor.



Últimas Notícias

Notícia

Deu tela azul, no Azuriz

Pela sexta rodada do Campeonato Paranaense o Athletico recebeu o Azuriz. E desde o início demonstrou que está em franca evolução. Já aos 4 minutos,…

Torcida

Uma nova Aurora para o Furacão

A partida entre Athletico e Maringá realizada no último sábado, na Arena da Baixada, pela 3ª rodada do Campeonato Paranaense, foi um marco na vida…