21 jul 2004 - 1h21

Saída de Roger causa polêmica no Fluminense

O meia Roger é, de fato, a grande estrela do time do Fluminense. Dono da camisa 10 e astro freqüente em revistas populares, Roger chama a atenção dentro e fora de campo, para o bem e para o mal. Nesta terça-feira, no jogo contra o Atlético, o jogador teve um desempenho pífio e atitude infantil.

Aos 24 minutos, o Atlético teve um pênalti a seu favor e ficou prestes a marcar o segundo gol no jogo. O zagueiro Antônio Carlos reclamou incisivamente com Roger, que perdeu a bola que originou a jogada que acabou resultando no pênalti. “Disse a ele que estávamos com poucos jogadores a trás e ele deveria tentar lançar para os atacantes e não sair jogando, como fez”, explicou o zagueiro.

Irritado, Roger se retirou de campo e obrigou o técnico Ricardo Gomes a queimar uma substituição. Depois do jogo, o meia garantiu que saiu porque sentiu uma contusão muscular. Porém, a versão foi desmentida por outros atletas. “Quem viu, viu. Não vou falar que faltou responsabilidade a ele, cada um tem que colocar a mão na consciência e ver onde falhou”, acusou o goleiro Fernando Henrique.

O técnico Ricardo Gomes se limitou a dizer que não admitirá “firulas” daqui para frente.



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…