19 ago 2004 - 10h05

Análise de Figueirense x Atlético

O colunista e editor da Furacao.com, Sérgio Tavares Filho, analisa o empate do Atlético contra o Figueirense.

Confira o texto:

Foi justo
por Sérgio Tavares Filho

A marcação do Figueirense em cima de Dagoberto e a falta de originalidade do ataque catarinense fizeram com que a partida de ontem à noite terminasse com um placar justo.

Sem quatro importantes jogadores, o Atlético ainda foi prejudicado pela arbitragem no primeiro gol. O pênalti marcado por Carlos Eugênio Simon não existiu. Só que nem esse erro pode desmecerer o Figueirense, que dominou a maior parte do primeiro tempo, principalmente em jogadas pela direita, jogando nas costas do enrolado Ivan.

As coisas melhoraram quando Igor foi sacado no segundo tempo. A entrada de Raulen na direita e a mudança tática de Levir Culpi fizeram com que o time tivesse mais vontade e soubesse explorar as falhas defensivas do mandante.

Passes

Princípio básico do futebol, o Atlético precisa caprichar um pouco mais no toque de bola. Acostumado a treinar e jogar em tapetes como o Caju e a Arena, o time tem dificuldades quando atua em gramados como os do Pinheirão e do Orlando Scarpelli.

Sem o domínio da bola e com problemas no toque, o time se desespera e começa a dar chutões para a frente. Não foram nem uma ou duas vezes que isso aconteceu na noite de ontem. Os zagueiros, pressionados, se livram da bola e o meio campo, bastante técnico, não consegue ter o domínio.

Reforços

Se quiser continuar na briga pelo título, o Atlético vai precisar contratar. Ivan, William e Igor podem ser esforçados, gostar do Atlético e até ter paixão pelo clube. Só que os três não tem talento para atuar num time que briga pelo bicampeonato brasileiro.

Sérgio Tavares Filho é colunista e editor da Furacao.com. Clique aqui para ler outros textos de sua autoria.

O conteúdo da opinião acima é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não expressa necessariamente a opinião dos integrantes do site Furacao.com.

Entre em contato com o colunista.



Últimas Notícias

Brasileiro

Cuidado!

  Foco na competição: No Brasileirão o Athletico ainda tem 11 jogos para disputar, o equivalente 33 pontos. Seis jogos em casa, cinco jogos fora.…

Notícias

O bom filho?

ANÚNCIO: Dia 01 outubro, um dia após vencer o Peñarol por 2 x 0, na Arena da Baixada e garantir presença na final da Copa…

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…