21 ago 2004 - 12h49

Time só na hora do jogo

Sem meio time titular à disposição, o técnico Levir Culpi vai ter muito trabalho para definir o time que neste domingo enfrenta o Paysandu, às 16h, na Arena da Baixada. Além de Marinho e Fabiano, machucados, e Marcão, Bruno Lança e Fernandinho, suspensos, Levir ainda não sabe se vai poder contar com o goleador Washington, que se recupera de uma torção no tornozelo.

"Eu ainda não sei se vou jogar com dois ou três zagueiros. Ainda vou ver uns tapes do Paysandu mas a formação tática não vai ser muito diferente do que vem atuando ultimamente", garantiu o treinador.

Com 42 pontos na tabela, o Rubro-negro precisa da vitória para voltar a sonhar com o título brasileiro. O Atlético está a apenas quatro pontos do líder Palmeiras, na sexta colocação. Santos, Ponte Preta, São Paulo e Juventude também estão na frente.

Bolas paradas

No último treino antes da partida de domingo, o treinador repetiu muito as jogadas de bolas paradas, já temendo a retranca do time paraense, que luta para fugir da área do rebaixamento.

"A formação de bola parada é uma coisa que deve ser sempre repetida, ainda mais quando você altera o time. É muito importante você colocar a atenção no jogador para os escanteios e as faltas perigosas, que podem definir uma partida", disse Levir.

O adversário

Levir Culpi falou sobre o Paysandu, que agora conta com o ex-jogador atleticano Adilson Batista no comando. Confira a entrevista em vídeo.

26ª rodada – Brasileiro – (22/08/04) – Atlético x Paysandu
L: Arena da Baixada; H: 16h00; A: Leonardo Gaciba da Silva (RS).

ATLÉTICO: Diego; Raulen, Igor, Rogério Corrêa e Ivan; Alan Bahia, Pingo, William (Alessandro Lopes) e Jadson; Dagoberto e Washington (Dennys ou Edivaldo). T: Levir Culpi.

PAYSANDU: Paulo Musse; Júlio Santos, Alex Pinho e Flávio Tanajura; Carabina, Sandro, Bebeto Campos, Alexandre (Jóbson) e Alonso; Leonardo e Vinícius. T: Adilson Batista.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…