24 ago 2004 - 10h00

Manchetes atleticanas desta terça-feira

Atlético não vence clássico no Couto desde 1999
O Atlético vai entrar em campo no domingo para tentar quebrar um tabu de não vencer o Coritiba no Couto Pereira há quase cinco anos. Desde o torneio Seletivo para a Copa Libertadores, em 1999, o Rubro-Negro não consegue superar seu maior rival como visitante. De lá para cá, foram oito partidas, com cinco derrotas e três empates. E olha que o Furacão viveu alguns de seus melhores momentos na história, com suas maiores conquistas nesse período. [Leia mais].

 

Atlético está mais “maduro”
Acabou o tempo das goleadas – a favor e contra. Agora o Atlético está jogando pelo resultado e, segundo o técnico Levir Culpi, se tornou um time maduro. O treinador se mostra bem mais satisfeito com a regularidade encontrada nas últimas rodadas, nas quais o Furacão não repetiu as apresentações brilhantes dos resultados elásticos sobre Corinthians (5 a 0), Goiás (6 a 0), Fluminense (4 a 1) e Ponte Preta (4 a 0), mas mostrou segurança suficiente para evitar vexames como os protagonizados contra Internacional (0 a 6) e Criciúma (1 a 4). [Leia mais].

 

Atlético 2004 revive campanha 2001
A campanha do Atlético no Campeonato Brasileiro de 2004 já permite comparações ousadas. Com a vitória do último domingo, a equipe chegou à terceira colocação — a melhor desde a primeira rodada — e manteve uma invencibilidade de oito jogos — a maior de um time neste nacional. O bom momento vivido hoje pelo Furacão remete ao passado, mais precisamente em 2001, quando o clube conquistou seu maior título: o Campeonato Brasileiro. [Leia mais].

 

Furacão se prepara com tranquilidade para Atletiba
A semana é de muita calma nos treinos do CT do Caju. O Atlético terá os próximos dias de tranquilidade para concluir a preparação para o confronto contra o Coritiba, no clássico que pode dar ao time a liderança do Brasileirão. O técnico Levir Culpi quer aproveitar que o rival joga durante a semana, contra o São Caetano, pela Copa Sul-Americana, para recuperar seus atletas e montar um grupo ainda mais forte no domingo. [Leia mais].

 

Levir pede reforços
A ótima campanha do Atlético Paranaense no Campeonato Brasileiro (terceiro colocado, com 45 pontos) não faz Levir Culpi dispensar alguns ajustes. O treinador, preocupado com algumas lesões e suspensões por cartões, pede urgência à diretoria do clube para a vinda de mais um atacante, de um zagueiro e de um lateral-direito, mas imagina que não será fácil encontrá-los. "Precisamos de reforços, mas sei que o mercado está complicado", afirma. [Leia mais].

 


Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…