29 ago 2004 - 11h48

Levir: mistério não ganha jogo, mas ajuda

O técnico Levir Culpi adotou o mistério durante toda a semana. Treinos secretos, mudanças no time titular e indefinição quanto aos jogadores que começarão o jogo contra o Coritiba neste domingo. Segundo o treinador, esse clima de segredo não é decisivo para ganhar a partida, mas pelo menos ajuda um pouco.

”Isso não ganha jogo. O que determina o resultado é uma somatória de detalhes. Mas não fornecer a escalação pode ser um muito importante”, disse ele, recusando-se a fornecer informações para a comissão técnica do Coritiba. A principal dúvida de Levir é entre Fabiano e Pingo. O primeiro tem a preferência, mas quebrou o nariz e não está à vontade para jogar com a máscara protetora.

"Quando temos algumas dúvidas, dificulta um pouco mais e eu penso que são detalhes importantes e não divulgo a escalação antecipadamente", disse o técnico rubro-negro.



Últimas Notícias