26 set 2004 - 22h19

Júlio César admite que falhou e assume culpa

"Foi uma infelicidade". Foi assim que o goleiro Júlio César, do Flamengo, definiu a falha que cometeu no lance que originou o segundo gol atleticano. Dois minutos após o empate atleticano, Washington foi lançado na área e Júlio César saiu para fazer a defesa, mas acabou soltando a bola nos pés do artilheiro rubro-negro. O flamenguista foi obrigado a derrubá-lo, gerando o pênalti assinalado pelo árbitro Carlos Eugênio Simon. O próprio Washington cobrou e não deu chances para o goleiro flamenguista, virando o placar para o delírio dos torcedores atleticanos.

Após a partida, o goleiro assumiu a culpa pela derrota para o Atlético. "Quando fui apanhar a bola, ela ficou na grama. Passei por ela e tive que fazer a falta, porque, de qualquer forma, o Washington ficou livre para fazer o gol. Assumo a responsabilidade pela derrota. Mas fizemos uma boa partida e perdemos numa bobeada minha", declarou o goleiro.

Para o comentarista esportivo da Rádio CBN, Carneiro Neto, o goleiro foi envolvido por Washington. "O gol dele foi fantástico. Ele tomou a bola de ninguém menos que o Julio César, o melhor goleiro do Brasil, de seleção brasileira e que pode ser titular na Copa do Mundo de 2006. Mas ele foi envolvido pelo Washington, numa jogada limpa, tendo que cometer o pênalti", destacou.



Últimas Notícias