27 set 2004 - 0h20

Análise do jogo Atlético 2 x 1 Flamengo

O atleticano Fabio Kaiut Nunes, colaborador da Furacao.com, faz uma análise da partida Atlético 2 x 1 Flamengo. Confira o texto:

A virada mais espetacular que eu já vi
por Fabio Kaiut Nunes

Na história do Atlético Paranaense, muitas recuperações e viradas consagraram jogadores: Ziquita, Gustavo, Oséas, Alex Mineiro…

Mas nenhuma, nem mesmo a do título de 2001, foi tão emocionante, tão eletrizante, tão inacreditável, de fazer chorar, como esses 2×1 contra o Flamengo. Parafraseando Luciano do Valle: "Não há palavras para descrever os gols de Washington…".

Nada poderá descrever a intrínseca beleza, ainda que plasticidade não houvesse, que a raça e o domínio de bola deste Coração Valente provocou em nossos corações. Foi como se o ritmo de seu coração ditasse o pulsar de toda a torcida, num uníssono de emoção e amor que explodiu em luzes que espocavam em nossos olhos: o vermelho e o negro bicampeão!…

Exatamente por isso foi a mais emocionante que já vi.

Hoje, diferentemente da equipe de 2001, e dos jogos anteriores desse Campeonato Brasileiro, não havia qualquer esperança até os 42 minutos do segundo tempo: o time estava apático e não conseguia sequer concluir com perigo, como fora durante toda a partida.

Nada mais se podia esperar. Porém, a diferença entre não esperar nada e de repente ter tudo é enorme. Se o Atlético virasse o jogo tão somente por jogar bem, certamente haveria muito menos espaço para a alegria espontânea, genuína e incontrolável, que surge mediante o belo resultado nascido havendo apenas morte e derrota à volta.

Fabio Kaiut Nunes é colaborador da Furacao.com. Clique aqui para entrar em contato.

O conteúdo da opinião acima é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não expressa necessariamente a opinião dos integrantes do site Furacao.com.



Últimas Notícias

Brasileiro

Cuidado!

  Foco na competição: No Brasileirão o Athletico ainda tem 11 jogos para disputar, o equivalente 33 pontos. Seis jogos em casa, cinco jogos fora.…

Notícias

O bom filho?

ANÚNCIO: Dia 01 outubro, um dia após vencer o Peñarol por 2 x 0, na Arena da Baixada e garantir presença na final da Copa…

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…