29 set 2004 - 17h15

Ingressos passam a custar R$20 na Baixada

"Ainda não foi ainda desta vez que os dirigentes do Clube Atlético Paranaense conseguiram elevar o preço do ingresso popular de R$15,00 para R$30,00". O comentário é do coordenador do Procon-PR, Algaci Túlio, após participar, nesta quarta-feira (29), da audiência relativa à ação civil pública que o órgão move, desde de abril, contra o Clube, em razão do aumento no valor do ingresso popular para os jogos do Campeonato Brasileiro disputados no Estádio Joaquim Américo.

Na audiência, realizada na 8.ª Vara Cível de Curitiba, além de Túlio, participaram diretores do Atlético bem como as respectivas equipes jurídicas. Por sugestão do juiz José Roberto Pinto Júnior, chegou-se a um acordo quanto aos valores a serem cobrados para os ingressos dos próximos jogos. A partir de agora, eles passam a ter o preço inicial de R$20,00.

Segundo Túlio, o Procon, que sustentou desde o início da ação pública o preço de R$ 15,00 para o ingresso popular, propôs, então, que a cobrança obedeça a uma setorização, com quatro possibilidades de preços de ingressos para os torcedores. Assim, conforme o termo de conciliação assinado, o ingresso para os locais nos fundos dos gols (dos dois lados) será de R$20. Para as retas inferior e superior permanecem os preços atuais de R$30 e R$60, respectivamente. Por insistência do Procon, foi criado o ingresso para as curvas, ao custo de R$ 25.

Túlio lembra que o Estatuto do Torcedor equiparou o torcedor à condição de consumidor e as entidades organizadoras das competições e aquelas onde se realize a prática desportiva à condição de fornecedoras. Sendo assim, o Atlético se enquadra na condição de fornecedor, submetendo-se ao Código de Defesa do Consumidor.

Fonte: Agência Estadual de Notícias



Últimas Notícias