2 out 2004 - 21h00

Diego fez defesa milagrosa no segundo tempo

Quando uma equipe vence uma partida por 5 a 0, normalmente os maiores destaques individuais são os jogadores de frente. No caso da vitória atleticana deste sábado, todo o time foi bem. O trio Jadson, Washington e Dagoberto jogou muito bem, mas outros atletas também se destacaram.

O volante Alan Bahia e o zagueiro Marcão venceram praticamente todas as disputas de bola e ajudaram o Furacão a derrotar o Galo sem sofrer sequer um gol.

Além deles, quem chamou a atenção foi o goleiro Diego. Apesar de ter participado pouco do jogo, teve uma atuação decisiva para garantir a inviolabilidade da meta rubro-negra. Fez pelo menos três defesas difíceis e evitou que o Galo marcasse seu gol de honra.

Em um lance, porém, Diego teve mais visibilidade. Aos 36 minutos, quando já estava 5 a 0, Márcio Santos ganhou de Igor na velocidade e invadiu a área. A torcida já temia pelo pior quando Diego saiu bem do gol e, com precisão, esticou os braços para desarmar o atacante adversário.

Imediatamente, a torcida se levantou o gritou o nome do goleiro, em sinal de reconhecimento pelo esforço e por evitar que a goleada tivesse sofrido uma mancha no final do jogo.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…