2 out 2004 - 21h00

Diego fez defesa milagrosa no segundo tempo

Quando uma equipe vence uma partida por 5 a 0, normalmente os maiores destaques individuais são os jogadores de frente. No caso da vitória atleticana deste sábado, todo o time foi bem. O trio Jadson, Washington e Dagoberto jogou muito bem, mas outros atletas também se destacaram.

O volante Alan Bahia e o zagueiro Marcão venceram praticamente todas as disputas de bola e ajudaram o Furacão a derrotar o Galo sem sofrer sequer um gol.

Além deles, quem chamou a atenção foi o goleiro Diego. Apesar de ter participado pouco do jogo, teve uma atuação decisiva para garantir a inviolabilidade da meta rubro-negra. Fez pelo menos três defesas difíceis e evitou que o Galo marcasse seu gol de honra.

Em um lance, porém, Diego teve mais visibilidade. Aos 36 minutos, quando já estava 5 a 0, Márcio Santos ganhou de Igor na velocidade e invadiu a área. A torcida já temia pelo pior quando Diego saiu bem do gol e, com precisão, esticou os braços para desarmar o atacante adversário.

Imediatamente, a torcida se levantou o gritou o nome do goleiro, em sinal de reconhecimento pelo esforço e por evitar que a goleada tivesse sofrido uma mancha no final do jogo.



Últimas Notícias

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…