18 out 2004 - 13h56

Palmeiras teme pressão de jogar em casa

Nem a boa vitória sobre o Juventude por 2 a 0 no domingo deu tranqüilidade ao Palmeiras. A equipe já está se preparando para o jogo do próximo sábado contra o líder Atlético e teme que o fato de jogar em casa possa prejudicar o rendimento dos atletas.

Nas últimas rodadas, a equipe vem jogando melhor fora de seus domínios, quando não enfrenta as críticas exageradas da torcida e a pressãp por uma boa apresentação. "Vamos ter de trabalhar, além de parte tática, a parte psicológica, já que o Parque Antarctiva tem sido o algoz do Palmeiras", afirmou o técnico Estevam Soares, que pretende contar com a ajuda de um psicólogo para motivar o elenco.

Além do empenho de seus atletas, Estevam espera contar com o apoio do torcedor palmeirense. "Independente de como o time está jogando, a torcida precisa apoiar até o final do jogo", pediu.

Nos últimos cinco compromissos no Parque Antarctica, o Palmeiras perdeu três (Corinthians, Cruzeiro e Santos), empatou um (Paraná) e venceu apenas um (São Caetano). O time tem apenas a 16° melhor campanha em casa, com 56,9% de aproveitamento.



Últimas Notícias

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…