O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
19 out 2004 - 14h41

Complô contra o Furacão

É vergonhoso relatar os últimos acontecimentos do campeonato brasileiro. E o pior é que alguns dos últimos fatos não aconteceram dentro do campo, tão pouco, são de responsabilidade dos profissionais da bola. Nunca o futebol sofreu tanta interferência da imprensa futebolística como vem sofrendo nesse ano. Será porque o time que vem encabeçando a tabela nas últimas rodadas não pertence ao viciado eixo Rio-São Paulo? Ou será que os times cariocas e paulistas estão enfrentando a decadência de já não conseguirem vencer um jogo no campo e precisam recorrer ao “tapetão”?

O que nós torcedores e telespectadores estamos presenciando é um ridículo jogo de poder, em que o maior perdedor está sendo o Futebol Nacional. Não estou escrevendo esse texto para isentar o Atlético Paranaense de qualquer culpa, pois até mesmo o Sr. Mario Celso Petraglia vem batendo de frente com as torcidas organizadas, e até os copinhos de água que voaram no campo, não há como negar. Mas como torcedora, me revolta assistir à formação do complô, que vem sendo formado por alguns times paulistas aliados à mídia do Estado de São Paulo.

É inconcebível que um time como o Santos Futebol Clube merecedor de tantos títulos e de tantas glórias, esteja se prestando a um papel desses. O senhor Vanderlei Luxemburgo, tem toda a razão quando diz que: “As pessoas que cuidam do futebol, precisam estar atentas a tudo para não prejudicar um time numa situação em final de campeonato”. Mas isso não dá o direito de tentar boicotar um time colocando seus atletas para dar declarações em programas de esportes e fazer campanha contra qualquer que seja o time que esteja à sua frente na tabela do Campeonato Brasileiro.

O que eu entendo pelas atitudes é que o time dele não pode ser prejudicado, enquanto que o Atlético pode! Eu vejo essa situação completamente desleal, em se tratando de um time que está brigando diretamente pelo título, não acho que o Santos deveria ter sido punido com a perda de dois mandos de campo. Pois se um ou dois copos de água causam um estrago desse, qual seria a punição mais justa para o Clube Atlético Mineiro que teve a torcida jogando pedras, tênis e latas fechadas?

Outro ponto que deveria ser revisto, são as imagens mostradas incansavelmente pelo programa mais tendencioso do esporte atualmente, comandado pelo Sr. Milton Neves. Será que todos os jornalistas e profissionais do esporte ficaram cegos diante da violência cometida pelo goleiro do Atlético Mineiro contra o Dagoberto, e só conseguiram ver copos d’água? O que houve nas imagens mostradas, foi uma agressão do goleiro Danrlei e de outros jogadores, contra um atleta rubro-negro. Por muito menos já tivemos jogadores expulsos e pênaltis marcados injustamente contra o Furacão.

É triste e desolador termos que conviver com pessoas tão despreocupadas com a moral do Futebol Brasileiro, enquanto que nós torcedores, protestamos sim, pelo direito de assistirmos ao espetáculo maior do esporte brasileiro que é o Futebol, limpo, justo e disputado dentro do campo.



Últimas Notícias