19 out 2004 - 17h25

Palmeiras se preocupa com torcida e Furacão

O técnico do Palmeiras, Estevam Soares, está preocupado com a pressão que seu time pode sofrer no jogo contra o Atlético-PR, sábado, no Palestra Itália. ‘Essa questão nos preocupa. Eu tenho o pensamento que sempre tem que se jogar no Parque. É nossa casa, nossa torcida, mas infelizmente os resultados não tem sido bons. Pela própria pressão da torcida, não temos ido bem’, afirmou o treinador.

Segundo Estevam, o fato da equipe não ter conseguido grandes resultados no últimos jogos em casa fez com que ele se preocupasse com a questão psicológica: ‘Nessa reta de chegada, tudo é importante. Qualquer coisa que você faça no sentido emocional é importante. Tenho conversado muito com minha esposa, que é psicóloga, para trabalhar esse lado com os jogadores’. Apesar de saber da pressão que pode sofrer, o treinador quer seu time atuando com personalidade.

‘Já começamos o trabalho com os atletas no sentido que não haja isso. Nós pretendemos ganhar esse seis pontos (nos jogos contra Atlético-PR e Botafogo) para entrar na briga. É preciso que se tenha tranqüilidade, se jogue com inteligência e eficiência, sem deixar que as vaias influenciem’.

Por fim, Estevam afirmou que espera ver na torcida palmeirense uma alidada, e não um fator de dificuldade a mais no próximo sábado: ‘Nossa torcida estará no mínimo com 15, 17 mil pessoas e isso não pode ser um fator contra a equipe. Pelo contrário, deve ser um fator motivador. A preocupação maior tem que ser com o Atlético-PR, líder do campeonato e que está há 18 jogos invictos. É uma equipe muito forte’.

Fonte: Último Segundo / iG



Últimas Notícias

Notícias

Jogador de meio tempo ?

Contratado no mês de maio Mais precisamente no dia 22/05. O meia David Terans foi anunciado como o novo reforço do Athletico. O jogador pertencia ao…

Notícias|Opinião

Arquibancada

Quem me conhece há mais tempo já me ouviu dizer que “a arquibancada é que é o meu lugar”. Para além do sentido literal, do…