20 out 2004 - 20h00

Bernardinho deu palestra no Atlético hoje

Vencedor, o técnico da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino, Bernardo Rocha Rezende, o Bernardinho, esteve na manhã de hoje passando um pouco de sua experiência para o elenco profissional do Atlético. Bernardinho falou da importância do trabalho e da dedicação de todos para a conquista dos objetivos. O técnico da Seleção Brasileira mais vencedora do esporte e do Rexona/Ades expôs a palestra “A Roda da Excelência”, que conta como planejar e quais os fatores necessários para se chegar aos títulos.

Bernardinho começou a conversa falando sobre a atual campanha do Atlético no Campeonato Brasileiro. O treinador explicou que é muito importante que os atletas saibam que o time está líder e não é líder. Porque a situação momentânea pode ser mudada a cada rodada e é necessário que o grupo saiba manter o que conquistou. Para Bernardinho, o exercício de manter o conquistado é imaginar que existe dentro de cada um o adversário a ser ultrapassado. “Tenho de estar treinando como alguém que quer me passar. Não existe o sucesso do momento. Não existe nenhuma vitória eterna e nenhuma derrota fatal. O sucesso é conquistado ao longo do tempo com muito trabalho e com um histórico de realizações”, afirmou.

O treinador também reforçou a importância do sentimento de equipe, da ajuda entre as pessoas envolvidas e de todos estarem mobilizados no trabalho, inclusive os que não estão jogando por estarem contundidos. “Todos têm importância no processo. A diferença está no que está por trás do trabalho, porque nada é conquistado por uma pessoa só”, analisou.

Na Roda da Excelência proposta para se chegar ao objetivo maior, Bernardinho citou a somatória do trabalho em equipe, da liderança, da motivação, da perseverança, obstinação, superação, do comprometimento e da cumplicidade e também da disciplina, ética e os hábitos positivos de trabalho. Aliados à isso, o planejamento e a paixão pelo o que é feito.

Bernardo afirmou que todos têm talentos e o que faz a diferença é a dedicação no trabalho. “A vontade de se preparar tem que ser maior que a vontade de vencer. A preparação é a essência da história. Mesmo que não se conquiste o objetivo do título no final da competição, não pode haver o arrependimento por coisas que não foram feitas. Tem de haver um comprometimento e o sentimento do dever cumprido, de que tudo que poderia ser feito foi feito. Não se conformem com aquilo que estão fazendo hoje, porque sempre tem algo mais a se trabalhar”, completou.

A palestra de Bernardo também foi acompanhada por todas as comissões técnicas das categorias do Atlético. No final da apresentação, os jogadores puderam fazer suas perguntas e aproveitar ainda mais a experiência do campeão olímpico e mundial.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…