23 out 2004 - 20h31

Levir mudou o esquema durante a partida

O Atlético começou a partida jogando no esquema 3-5-2. Com Marinho, Fabiano e Marcão atuando como zagueiros e Fernandinho e Ronildo como alas, o Furacão parou na forte marcação do Palmeiras. Mesmo assim, com essa escalação, o Rubro-negro chegou ao gol. Só que no fim do primeiro tempo os paranaenses sofreram o revés e permitiram a reação palmeirense.

No segundo tempo o técnico Levir Culpi partiu para o tudo ou nada. Raulen, Pingo e Igor entraram nos lugares de Alan Bahia, Fabiano e Ronildo, respectivamente. Marcão passou a ser o lateral-esquerda, Fernandinho foi deslocado para o meio e Raulen foi para a direita. Com o esquema 4-4-2 em prática, o Furacão não conseguiu superar o Palmeiras e acabou levando mais um gol, já no fim do jogo.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…