28 out 2004 - 1h07

Emocionado, Mário Sérgio fala de Serginho

O técnico do Atlético Mineiro, Mário Sérgio Pontes de Paiva, disse em entrevista a uma rádio paulista que o futebol brasileiro perdeu um dos principais jogadores de defesa. "Eu treinei o Serginho no São Caetano. Ele era um leão de treino e uma figura amável", afirmou bastante emocionado.

O filho de Mário Sérgio, Bruno Pontes de Paiva, era o empresário de Serginho e tinha conhecimento do problema de arritmia cardíaca do jogador. "A gente pediu para o Serginho ir ao cardiologista. Eu indiquei o meu médico particular, mas ficou por conta do departamento médico do São Caetano. Meu filho não poderia passar por cima deles", disse o treinador, que espera uma investigação sobre o caso.

"De repente as pessoas sabiam que isso podia acontecer e, no minimo, houve negligência por parte de quem estava à frente do São Caetano. E é inadimíssível isso. Uma tremenda irresponsabilidade", disse o técnico, chorando. Mário Sérgio revelou ainda que seu filho, Bruno, está em estado deplorável e mal consegue falar, pois era muito amigo de Serginho.

Washington

Na entrevista, Mário Sérgio usou o atacante Washington como exemplo. "No Atlético houve todo um cuidado com ele. A estrutura que foi criada ao redor do Washington foi fantástica. Ele foi atendido por um médico muito capacitado, o Dr. Costantino Costantini. Houve um acompanhamento diário durante oito meses, uma preocupação muito grande. E com o Serginho com certeza não houve nada disso", concluiu.



Últimas Notícias

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…