28 out 2004 - 1h07

Emocionado, Mário Sérgio fala de Serginho

O técnico do Atlético Mineiro, Mário Sérgio Pontes de Paiva, disse em entrevista a uma rádio paulista que o futebol brasileiro perdeu um dos principais jogadores de defesa. "Eu treinei o Serginho no São Caetano. Ele era um leão de treino e uma figura amável", afirmou bastante emocionado.

O filho de Mário Sérgio, Bruno Pontes de Paiva, era o empresário de Serginho e tinha conhecimento do problema de arritmia cardíaca do jogador. "A gente pediu para o Serginho ir ao cardiologista. Eu indiquei o meu médico particular, mas ficou por conta do departamento médico do São Caetano. Meu filho não poderia passar por cima deles", disse o treinador, que espera uma investigação sobre o caso.

"De repente as pessoas sabiam que isso podia acontecer e, no minimo, houve negligência por parte de quem estava à frente do São Caetano. E é inadimíssível isso. Uma tremenda irresponsabilidade", disse o técnico, chorando. Mário Sérgio revelou ainda que seu filho, Bruno, está em estado deplorável e mal consegue falar, pois era muito amigo de Serginho.

Washington

Na entrevista, Mário Sérgio usou o atacante Washington como exemplo. "No Atlético houve todo um cuidado com ele. A estrutura que foi criada ao redor do Washington foi fantástica. Ele foi atendido por um médico muito capacitado, o Dr. Costantino Costantini. Houve um acompanhamento diário durante oito meses, uma preocupação muito grande. E com o Serginho com certeza não houve nada disso", concluiu.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…