31 out 2004 - 17h39

Cronista gaúcho exalta vitória do Atlético

O jornalista gaúcho Wianey Carlet, da Rádio Gaúcha e do jornal Zero Hora, comentou a partida deste sábado entre Atlético e Internacional, disputada em Goiânia. Contrariando o discurso dos dirigentes colorados, que minutos antes haviam afirmado que a vitória atleticana tinha sido injusta, Carlet afirmou que considerou correto o resultado e que o Furacão mereceu vencer.

Além disso, o colunista ainda elogiou a atuação do atacante Denis Marques, eleito pela Gaúcha o melhor em campo, e também da defesa atleticana, formada por Marinho, Rogério Corrêa e Marcão. Confira os principais trechos do comentário de Wianey Carlet:

JUSTIÇA
"Não foi um resultado injusto. Não houve nenhuma anomalia nesse resultado de 2 a 1 para o Atlético Paranaense. O Internacional poderia ter obtido um resultado um pouco melhor, mas o técnico Levir Culpi ganhou o jogo no segundo tempo quando fez duas modificações. Até então, o jogo era equilibrado. Depois da entrada de Raulen e de Pingo, o Atlético dominou o jogo e agrediu o Internacional por todos os lados. Acho que o Muricy demorou um pouco para perceber os efeitos das modificações feitas pelo Levir"

PÊNALTIS
"O primeiro tempo terminou empatado por 1 a 1, com os dois times rigorosamente iguais. Ambos os gols foram em cobranças de pênalti, ambos existiram, ambos foram bem marcados e ambos foram bem cobrados pelo Washington e pelo Fernandão"

SEGUNDO TEMPO
"No segundo tempo, desequilibrou um pouco até as mudanças do Levir. Aí, o Atlético tomou conta do jogo. O Atlético fez seu segundo gol através de uma cobrança de pênalti do Washington em uma incidência na área do Internacional corretamente flagrada pela arbitragem, não há nenhuma razão para contestação ou reclamação"

DEFESA ATLETICANA
"Tanto o Rafael Sobis e o Rodrigo Paulista foram parados pela zaga do Atlético pelo tamanho, mas não só por isso. Foi também pela qualidade dos três zagueiros do Atlético, o Marinho, o Rogério Corrêa e o Marcão, que jogaram muitíssimo bem. O Rodrigo Paulista, em alguns momentos, foi até constrangedor de ver. Ele é muito levinho e não conseguia dominar a bola porque os zagueiros adversários encostavam o corpo nele e ele caía"

DESFALQUES DO INTER
"Porém, é importante lembrar que o Inter jogou sem cinco jogadores titulares, algo lembrado pelo presidente. Isso é verdadeiro, isso é fato, isso não pode ser negado e tem de ser pesado. No confronto entre as duas equipes, o Atlético Paranaense, no segundo tempo, justificou com méritos a sua vitória. Mas o Inter teve vários titulares ausentes, principalmente na defesa"

JOGO MORNO
As duas equipes não jogaram a morres. As duas equipes não disputaram a partida com o máximo da sua capacidade competitiva. O Atlético talvez até tenha se preservado um pouco. E, embora tenha tido no Denis Marques um grande jogador, um belo substituto do Dagoberto, o certo é que o Dagoberto é o Dagoberto e faz muita falta. Então, foi um jogo morno, sem lances emocionantes e disposição extraordinária que se percebe num confronto entre duas equipes muitíssimas interessadas na vitória. Vitória justa e correta e nós escolhemos por unanimidade como craque do jogo o atacante Denis Marques, do Atlético Paranaense"



Últimas Notícias