3 nov 2004 - 11h29

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Rubro-Negro de defesa nova
Com os desfalques na defesa, Levir Culpi terá que arrumar novamente toda a defesa. Um dos companheiros de Rogério Corrêa já está definido. Fabiano deixará o meio-campo, posição que atuou no último jogo, e retorna a posição de zagueiro. [Leia mais].

 

Vitória sobre o Inter deu estabilidade ao Atlético
"A vitória sobre o Internacional foi numa hora exata." O alívio é do técnico Levir Culpi, que está encarando esta semana como um recomeço, para o Atlético, no campeonato brasileiro. [Leia mais].

 

Advogados ainda tentam diminuir a pena
Pretendendo evitar novo prejuízo e mais um jogo “morno”, sem a vibração da torcida rubro-negra, os advogados ainda tentam diminuir a pena aplicada ao clube para apenas uma partida. [Leia mais].

 

Atlético-PR tenta se concentrar no título
– Precisamos apenas nos conscientizar de que se não nos fecharmos, não vamos vencer. Temos que errar o menos possível e nos concentrarmos ao máximo para buscar o título – afirmou o técnico Levir Culpi. [Leia mais].

 

Dica é “turbinar” a dupla de ataque
Na reta final do Campeonato Brasileiro, o Atlético vê nas palavras de Washington — que aposta em um melhor entrosamento com Dênis Marques no ataque — a saída para voltar à liderança do torneio. E também para dar um fim à queda de desempenho nas últimas rodadas. [Leia mais].

 

Rivalidade marca confronto entre Atlético Paranaense e Fluminense
Quando Atlético Paranaense e Fluminense entram em campo é impossível não lembrar do confronto de 1996. O time carioca brigava para não ser rebaixado naquele ano e recebeu o Furacão precisando da vitória. Porém, quem levou a melhor foi o time paranaense, que derrotou a equipe da casa por 3 a 2. [Leia mais].

 

Perda de mando pode custar R$ 500 mil ao Atlético-PR
A perda de dois mandos de campo, sofrida em função de objetos atirados ao gramado da Arena da Baixada, devem causar um prejuízo de R$ 500 mil ao Atlético Paranaense. Na semana passada, o clube gastou cerca de R$ 300 mil (viagens, estadia) na partida contra o Internacional, em Goiânia, onde cumpriu a primeira parte da punição. [Leia mais].

 


Últimas Notícias