8 nov 2004 - 11h22

Folha destaca caçada paulista ao Atlético

A Folha de S.Paulo veicula nesta segunda-feira, na capa de seu caderno de esportes, uma reportagem com um balanço da rodada do final de semana do Campeonato Brasileiro e faz uma análise geral da competição. Segundo o jornal, a competição se transformou em uma caçada dos clubes paulistas ao Atlético. O Furacão é o líder do campeonato e tem em seu encalço quatro times de São Paulo: Santos, Palmeiras, São Paulo e São Caetano.

Confira a reportagem da Folha:

Atlético-PR retoma ponta e agora é caça de paulistas
por Rodrigo Bueno

O Atlético-PR é definitivamente o Brasil contra os paulistas.

A equipe de Curitiba retomou ontem a liderança do Nacional ao bater de virada, por 2 a 1, o Fluminense no Maracanã e luta solitariamente contra quatro times de São Paulo pelo título brasileiro.

Com 75 pontos, o ""Furacão" deixou o Santos, que só empatou com o Criciúma por 1 a 1, para trás quando faltam só seis rodadas para o final. O time da Vila Belmiro está com 73 pontos.

São Paulo e Palmeiras aparecem logo em seguida, com 71 pontos, o que significa dizer que, mesmo que vençam na próxima rodada seus compromissos fora de casa, não alcançarão o Atlético-PR.

O São Caetano, com 68 pontos e um jogo a menos, ainda segue na disputa, mas terá que lutar dentro e fora de campo para superar o trauma da morte do zagueiro Serginho -o Superior Tribunal de Justiça Desportiva ameaça punir a equipe do ABC se ficar comprovada algum tipo de responsabilidade do clube no episódio.

O Atlético-PR superou uma seqüência difícil no Brasileiro e sai fortalecido para a reta final do campeonato. O clube havia perdido dois mandos de campo pelo arremesso de objetos na Arena da Baixada, mas um mando foi devolvido nos últimos dias ao time, que voltará para casa já na próxima rodada, contra o Criciúma.

O Santos, principal adversário dos paranaenses, também punido pelo tribunal, segue fora de casa. Não poderá enfrentar o bom Goiás (sétimo colocado, com 65 pontos) na Vila Belmiro. Só voltará ao seu estádio no próximo mês.

A vitória do Atlético-PR praticamente também selou o artilheiro do torneio. O atacante Washington marcou no Maracanã seu 28º gol na competição e viu seu maior concorrente, o também atacante Robinho, do Santos, não participar da rodada devido a problemas particulares.

Washington ainda pode bater o recorde de gols de Dimba estabelecido no ano passado -foram 31 gols em uma edição do Nacional.

A equipe paranaense tem três jogos em casa e três fora. Faz seu último jogo na Arena da Baixada, contra o Botafogo, um dos piores do campeonato -foi goleado por 5 a 2 pelo São Paulo no Morumbi.

O único confronto direto do Atlético-PR com um postulante ao título acontecerá também na Arena. A equipe do técnico Levir Culpi enfrentará o São Caetano na antepenúltima rodada -foi em cima do clube do ABC que o Atlético-PR conquistou seu único título nacional, em 2001.

O Juventude, outro time que sonhava com o título, ficou no empate ontem em 1 a 1 com o Vitória ontem e viu as suas chances reais de conquistar a taça ruírem.

Na rabeira da tabela, a briga é mais intensa e mais bem distribuída no que se refere aos Estados do país. Grêmio, Guarani, Atlético-MG e Botafogo, que representam os quatro Estados mais tradicionais no futebol brasileiro, seriam hoje os quatro rebaixados.

O inverno passou, o verão está chegando, e o "Furacão" segue fazendo barulho na temporada.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vale vaga na final

Depois do empate em dois gols entre Athletico e Flamengo pela partida de ida das semifinais da Copa do Brasil 2021, as equipes tiveram resultados…

Brasileiro

Cuidado!

  Foco na competição: No Brasileirão o Athletico ainda tem 11 jogos para disputar, o equivalente 33 pontos. Seis jogos em casa, cinco jogos fora.…