11 nov 2004 - 14h48

Lori arma o Criciúma no esquema 3-6-1

O técnico Lori Sandri disse que o Criciúma jogará no esquema tático 3-6-1, o mesmo utilizado na partida contra o Santos. Lori considera que sua equipe precisa de pelo menos seis jogadores fixos no sistema defensivo para conseguir segurar o ímpeto do Furacão. Não é à toa que o Atlético tem o segundo melhor ataque do campeonato e, por isso, receberá atenção especial.

O time está praticamente escalado com a seguinte formação: Roberto; Duílio, Ronaldo e Luciano; Ângelo, Cléber Gaúcho, Gleidson Geninho, Saulo e Douglas; Marcos Denner. A grande novidade do time é o retorno do meia Douglas, principal jogador do Criciúma neste Brasileiro e cuja convocação para a Seleção já foi pleiteada pelo técnico Sandri.

"Não adianta só jogar com três zagueiros, temos que apertar a marcação em todos os setores do campo. O Atlético Paranaense é um time muito perigoso, temos que estar atentos", afirmou o zagueiro Duílio, pedindo apoio de todos os jogadores para a zaga.



Últimas Notícias