16 nov 2004 - 16h56

Washington passa a liderar Chuteira de Ouro

O atacante Washington assumiu a liderança da Chuteira de Ouro, prêmio oferecido pela Revista Placar ao maior goleador do futebol brasileiro na temporada. Durante vários meses, o santista Robinho ocupou o primeiro posto, beneficiado pelo critério que estipula peso maior para os gols marcados na Libertadores.

Com os dois gols assinalados diante do Criciúma, Washington atingiu 30 no Brasileiro, 40 gols no total e soma agora 80 pontos na classificação geral – cada gol seu neste ano lhe valeu 2 pontos. Robinho está com 77 pontos. O ex-são-paulino Luís Fabiano, já fora da disputa, chegou a 65.

A última parcial divulgada oficialmente no site da Placar é de 8 de novembro e ainda aponta Washington em segundo lugar. No entanto, basta fazer os cálculos para confirmar o atleticano na liderança.

História do prêmio

A Chuteira de Ouro foi criada pela Placar em 1999, como forma de homenagear os artilheiros brasileiros. Até hoje, apenas três atletas receberam o prêmio: Romário, Kléber e Luís Fabiano. O Baixinho é o recordista, com três conquistas. Curiosamente, ele venceu por três clubes diferentes: Flamengo, Vasco e Fluminense.

Nenhum clube conseguiu conquistar duas Chuteiras de Ouro. O Atlético pode ser o primeiro, caso Washington mantenha a liderança até o final do ano. O primeiro atleticano a conquistar o prêmio foi Kléber, em 2001. Naquele ano, ele venceu justamente Washington, que ficou em segundo lugar com quatro pontos a menos.

Confira quem já levou a Chuteira de Ouro:

1999: Romário (Flamengo) – 92 pontos
2000: Romário (Vasco) – 154 pontos
2001: Kléber (Atlético) – 100 pontos
2002: Romário (Fluminense) – 84 pontos
2003: Luís Fabiano (São Paulo) – 95 pontos



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…