21 nov 2004 - 18h37

Fabiano foi poupado no segundo tempo

Apesar de nenhum jogador do Atlético ter recebido cartão amarelo na partida contra a Ponte Preta, o técnico Levir Culpi optou por poupar o defensor Fabiano na segunda etapa de jogo. Fabiano estava pendurado com dois cartões amarelos na série e caso recebesse outro hoje não poderia participar da próxima partida do time, contra o Grêmio. Além disso, o jogador estava exausto e cansou muito em função do calor intenso que fez em Campinas.

Por essas razões, Pingo entrou em seu lugar na metade do segundo tempo e evitou com que a equipe perdesse um jogador importante na campanha rumo ao bicampeonato. O técnico Levir Culpi disse que já havia combinado com Fabiano para que ele "queimasse todo o gás" e pedisse a substituição quando sentisse que não teria mais condições.

Além de Fabiano, o Rubro-negro tinha mais 4 jogadores pendurados: Diego, Raulen, Alan Bahia e Bruno Lança. Mesmo com o risco de perder Alan Bahia, o treinador atleticano resolveu manter o jogador em campo para deixar o meio-campo fortalecido na marcação e conquistar os 3 pontos fora de casa.



Últimas Notícias