23 nov 2004 - 0h01

Santista leva caso Denis Marques ao STJD

Um torcedor santista chamado Thomas Frederico Harrison ingressou com uma queixa perante o Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF pleiteando a punição do Atlético pela suposta escalação irregular do atacante Denis Marques. Harrison já havia tentado ingressar com a queixa na semana passada, mas não cumpriu os requisitos exigidos pela entidade.

Segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (art. 214), o Atlético pode perder 6 pontos por partida em que utilizou um jogador irregular. Como Denis Marques atuou em dez jogos, isso significaria uma punição de 60 pontos. Porém, a torcida atleticana pode ficar tranqüila. Denis Marques foi inscrito regularmente perante a CBF e o Atlético detém todos os documentos comprovando a situação do jogador.

Entenda o caso

A polêmica envolvendo o nome de Denis Marques surgiu há alguns meses, logo que o Atlético anunciou sua contratação. Um advogado que dizia representar os interesses do Kuwait Sporting, antido clube do atacante, procurou a imprensa e diversos clubes para acusar o Atlético de tê-lo escalado irregularmente.

No entanto, quem apurou o caso constatou que o Kuwait descumpriu obrigação contratual com o atleta, que requereu sua liberação perante a FIFA. O caso ainda não foi julgado definitivamente pela entidade, mas enquanto isso Denis obteve uma decisão judicial para poder atuar pelo Atlético. Com isso, a CBF registrou o contrato e liberou Denis para atuar no Brasileirão.

Zveiter tranqüiliza

Em entrevista ao programa Sportscenter, da ESPN Brasil, o presidente do STJD, Luiz Zveiter, revelou que dificilmente o Atlético será punido. "Extra-oficialmente eu tomei conhecimento de que não haveria nenhuma irregularidade, de que esse jogador estaria jogando por força de uma liminar da Justiça comum", afirmou ele.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…