27 nov 2004 - 0h40

Atlético contrata revelação do Paysandu

O Atlético acertou nesta semana a contratação do volante paraense Jairo, de 21 anos. A negociação foi fechada pelas duas diretorias, que têm um bom relacionamento. No início deste ano, o Furacão contratou o volante Vanderson, atualmente emprestado ao Juventude.

Por sinal, a contratação de Jairo envolve o retorno de Vanderson ao Papão. Ele será devolvido e o Atlético pagará uma quantia para ficar com Jairo, uma das principais revelações do Paysandu no Campeonato Brasileiro do ano passado. Ele foi lançado no time em um jogo contra o Vasco, pelo técnico Ivo Wortmann. Neste ano, ele voltou a ganhar destaque com a chegada de Adilson Batista. Curiosamente, voltou a se destacar em um jogo contra o Vasco, depois de ter marcado Petkovic com eficiência.

Legião paraense

Jairo sentirá a diferença entre Belém e Curitiba, mas não ficará isolado em Curitiba. Isso porque o Atlético já constituiu uma verdadeira legião paraense em suas categorias de base.

Só no time infantil são três: os zagueiros Leonardo Nascimento (Belém) e Leonardo Alves (Marabá) e o meia Lucas Rafael (Parauapebas). Já o volante Pará, nascido em Marabá, atua pelos juvenis.

Além disso, o Atlético está interessado também no meia Rogerinho (19 anos) e no atacante Jaílson (24 anos), ambos do Clube do Remo. As negociações também estão sendo feitas através do empresário Anderson Nasrala.

Ficha técnica

Nome: Jairo Nascimento da Silva
Local de nascimento: Parauapebas (PA)
Data de nascimento: 17/10/1983
Altura: 1,77m
Peso: 77 Kg
Clubes: Barreira (juvenil), Olaria (juvenil), Grêmio Barueri (juniores), Portuguesa (juniores) e Paysandu



Últimas Notícias

Brasileiro

Cuidado!

  Foco na competição: No Brasileirão o Athletico ainda tem 11 jogos para disputar, o equivalente 33 pontos. Seis jogos em casa, cinco jogos fora.…

Notícias

O bom filho?

ANÚNCIO: Dia 01 outubro, um dia após vencer o Peñarol por 2 x 0, na Arena da Baixada e garantir presença na final da Copa…

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…